Estudo da Unesp na rede de esgoto mostra queda na circulação do coronavírus

0
37

Material é coletado em cerca de 50 pontos pela cidade e analisado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp em parceria com Prefeitura e Daae

O mais recente relatório do estudo sobre a presença do novo coronavírus (Sars-Cov-2, causador da Covid-19) na rede de esgoto de Araraquara aponta para uma queda na circulação do vírus no município.
O resultado vai ao encontro da forte redução registrada em casos, internações e óbitos pela doença nas últimas semanas, refletindo o avanço da vacinação entre a população e as medidas de distanciamento social.
O estudo do coronavírus na rede de esgoto é realizado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp Araraquara, em parceria com a Prefeitura e o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos).
O documento analisa quatro semanas epidemiológicas: a semana 29 (com coletas na rede de esgoto entre os dias 18 e 20 de julho), a semana 30 (25 a 27 de julho), a semana 31 (1º a 3 de agosto) e a semana 32 (8 a 10 de agosto).
“O Sars-CoV-2 foi detectado em 111 amostras, 43 amostras foram negativas e 58 foram inconclusivas. Comparado ao período anterior, que compreende cinco semanas epidemiológicas [24 a 28], houve uma diminuição de cerca de 46% na positividade dos PVs, num período que compreende quatro semanas epidemiológicas. Ressalta-se, entretanto, que as amostras inconclusivas aumentaram 34,5%. Os PVs negativos tiveram um aumento considerável, de cerca de 60,5%”, afirma o documento da Unesp.
O relatório é assinado por Adriano Mondini, coordenador do estudo e professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp Araraquara, e por Dunfrey Pires Aragão, Inglid Andreza das Graças Picanço Silva, Lucas Michael Lima Góes e Rafaela Pinheiro Fernandes. (Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

 

Deixe uma resposta