‘Setembro Amarelo’: Nesta segunda tem roda de conversa no Biagioni

0
66

Atividade do Mês de Prevenção ao Suicídio será realizada às 15 horas na Unidade de Saúde da Família (USF)

Nesta segunda-feira (20), das 15 às 16 horas, a Unidade de Saúde da Família (USF) “Dr. Ricardo Resende Cordeiro”, na Vila Biagioni, receberá uma roda de conversa que integra a programação do Setembro Amarelo, campanha realizada pela Prefeitura de Araraquara por meio da Secretaria Municipal de Saúde, durante o mês que é dedicado à prevenção do suicídio.
O encontro desta terça contará com a participação do psiquiatra Carlos Felipe Cavalcanti Carvalho e da psicóloga Mayra Sparano Gil, ambos do CAPS II (Centro de Atenção Psicossocial, para pacientes com transtornos mentais).
A programação teve início no último dia 10 com dois eventos: uma roda de conversa no Centro Municipal de Saúde (CMS) do Cecap e uma palestra com o psicólogo Fernando Muniz na Penitenciária. A próxima roda de conversa será realizada no dia 23, quinta, das 15 às 16 horas, no ESF do Jardim Ieda I.
Além do CAPS II, participam da ação o CAPS-AD (para pacientes em uso de substâncias psicoativas), o CRASMA (Centro de Referência Ambulatorial de Saúde Mental Adulto) e o Espaço Crescer (para crianças e adolescentes). Os profissionais dessas unidades disponibilizarão rodas de conversa sobre o tema para todas as equipes da Atenção Básica, nos horários de reuniões, e também serão ministradas palestras sobre o assunto.
Vale destacar que essa é uma triste realidade que registra cada vez mais casos e cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias. A situação se agravou ainda mais durante a pandemia da Covid-19, principalmente entre os jovens. Um estudo recente da Pfizer aponta que 39% das pessoas entre 18 e 24 anos estão com saúde mental ruim neste período. Porém, mesmo que o assunto ainda seja tabu, a divulgação de informações sobre o tema é uma das principais formas de combater o problema.
O Setembro Amarelo teve início no Brasil em 2015 e foi resultado de um trabalho entre o Centro de Valorização da Vida (CVV), o Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).
Em Araraquara, outros eventos da programação serão definidos e divulgados ao longo do mês, porém já se sabe que será feita uma palestra na Câmara Municipal e uma roda de conversa com profissionais da Santa Casa. Em todas as atividades, os participantes receberão um lacinho amarelo, que é o símbolo da campanha.
O Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Araraquara (DAAE) também alerta sobre o assunto durante todo o mês de setembro, quando estampa nas contas de água a frase ¨Você não está sozinho. Procure ajuda! ligue 188¨. A mesma inscrição foi estampada em faixas que foram espalhadas em diversos pontos de movimento da cidade, por iniciativa da Câmara Municipal.

(SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE ARARAQUARA)

Deixe uma resposta