Obra no Caic do Vale do Sol ainda está em fase de licitação e deve iniciar em breve 

0
108

Resposta foi enviada à Câmara após requerimento protocolado pela vereadora Luna Meyer (PDT) 

Em resposta ao Requerimento nº 190/2022, de autoria da vereadora Luna Meyer (PDT), que solicita informações sobre a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Caic Engenheiro Ricardo Caramuru de Castro Monteiro, no Vale do Sol, a Prefeitura encaminhou o Ofício nº 730/2022.

A parlamentar alega ter recebido em seu gabinete reclamações referentes às condições de infraestrutura da escola popularmente chamada “Caic do Vale do Sol”. De acordo com a Secretaria de Educação, o problema foi avaliado por um engenheiro civil durante vistoria realizada em 2021, quando foi verificada a necessidade de execução de uma nova cobertura metálica sobre a laje existente, com o objetivo de eliminar as infiltrações e proporcionar adequação da infraestrutura física da escola.

Na sequência da vistoria, foi desenvolvido o Projeto Básico para compor a documentação necessária à abertura de licitação para execução da obra. Atualmente, o contrato está em andamento, em virtude do edital de tomada de preços de nº 033/2021, levado a efeito por meio do Processo Licitatório nº 3.714/2021.

O Executivo ainda afirma que o problema de infiltração não está relacionado a questões estruturais, mas sim à dificuldade de se garantir a impermeabilização das juntas das lajes pré-fabricadas em concreto, uma vez que apresentam sistema de encaixe, característico de todas as edificações do modelo Caic.

O prazo de execução da obra é de 120 dias corridos, contados do recebimento da ordem de serviço, cujas etapas observarão a finalização do processo licitatório, bem como o cronograma físico e financeiro do contrato.

Luna conclui: “aprovamos, na 56ª Sessão Ordinária, o Projeto de Lei 57/2022, de autoria da Prefeitura, que autoriza a abertura de um crédito de até R$ 7.156.997,33 destinado a reformas e manutenção de unidades escolares. É compreensível que a pandemia e a falta de uso do patrimônio público influenciaram diretamente na degradação do mesmo, no entanto, a sociedade retomou suas atividades, o crédito foi liberado e não há mais desculpas para adiar. Nossas escolas precisam de estrutura urgentemente!”

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.