Câmara participa de programa da Bíblia Manuscrita

0
112

Vereadores manuscreveram versículos da Bíblia, ato que deve ocorrer outras 30 mil vezes em todo o país

Vereadores da Câmara Municipal de Araraquara, lideranças religiosas, representantes de serviços, entidades e cidadãos deram sua colaboração, manuscrevendo um versículo da Bíblia, num evento organizado pela União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos (Unigrejas), realizado no Centro Internacional de Convenções “Nelson Barbieri”, na noite desta segunda-feira, dia 28.

Os cerca de 30 mil versículos da Bíblia estão sendo manuscritos por pessoas em todo o Brasil, arremetendo à origem do livro sagrado, que antes da prensa de Gutenberg, por volta de 1450, era difundido apenas por versões manuscritas. O trecho que cada um escreveu no evento de Araraquara é uma contribuição única e não será repetido nos demais encontros pelo Brasil, entre 700 e mil ações semelhantes. Todo o trabalho é supervisionado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Todas as páginas, em formato padrão, serão depois encadernadas, exibidas em diversas cidades pelo país e abrigadas definitivamente no Museu da Bíblia, em São Paulo.

Os vereadores Aluisio Boi (MDB), Emanoel Sponton (Progressista), Hugo Adorno (Republicanos), Carlão do Joia e Marcos Garrido (ambos do Patriota), o vice-prefeito Damiano Neto e outros representantes de entidades deram sua contribuição, manuscrevendo um versículo.

“A Bíblia não é somente leitura, é praticar os ensinamentos contidos nela”, disse o presidente da Câmara, acrescentando que na política, é importante ter o contraditório. “A palavra de Deus nos fortalece na busca do ideal com respeito e nos ensina a respeitar o próximo mesmo nas diferenças. A Bíblia fala de fé, e a fé leva ao amor e a tolerância”, concluiu Boi em sua fala, logos após fazer a cópia de um versículo.

Participaram do evento, Jacqueline Pereira Barbosa – secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Coronel João Alberto Nogueira Júnior – secretário municipal de Colaboração nos Assuntos de Segurança Pública, subtenente Richard Braga – representando o 13º Batalhão da Polícia Militar do Interior, subtenente Jardim – representando o Corpo de Bombeiros, professora Cleusa – representando a Rede Estadual de Ensino, a advogada Irma Kato – representando a Ordem dos Advogados do Brasil em Araraquara, Dayanne Cris – Conselheira Tutelar, Rodrigo Ribeiro – representando o Movimento Conservador, Coronel Adalberto José Ferreira – ex-comandante da reserva da Polícia Militar, entre outros.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.