Câmara vota projeto sobre regularização dos cemitérios públicos da cidade e outras matérias

0
126

A Sessão Ordinária ocorre nesta terça-feira, às 15 horas, com transmissão pela TV Câmara, na NET e redes sociais

Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Araraquara é uma nova possibilidade para se colocar em discussão e primeira votação, da nova versão do Projeto de Lei Complementar que trata da instalação, organização e funcionamento dos cemitérios e dos crematórios no Município. Na semana passada o projeto estava na Ordem do Dia da sessão, porém foi retirado da pauta, numa possibilidade prevista em regimento. Nesta versão mais recente protocolada na Câmara, a regularização de sepultura que for requerida exclusivamente nos primeiros sessenta dias do prazo estará isenta do pagamento do preço público respectivo. Prevê ainda desconto de 50% do valor da concessão, para regularização requerida após 60 dias após início do processo. Este era um ponto que causava preocupação, por conta do impacto financeiro que causaria ao cidadão. Assim como na semana passada, está prevista a possibilidade de uma Sessão Extraordinária, logo após ao encerramento da ordinária. O projeto aprovado em primeira discussão na sessão duas semanas atrás perdeu seu objeto com o protocolo da nova versão, que agora precisa passar pelas duas rodadas de discussão e votação.

Os vereadores se reúnem a partir das 15 horas desta terça-feira (17), no Plenário da Casa de Leis, com transmissão ao vivo pela TV Câmara (canal 17 da NET, Facebook e YouTube da Câmara). A transmissão ocorre também pelo Facebook de dois portais de notícias da cidade – Araraquara News e RCI Araraquara.

Na Ordem do Dia há outros três Projetos de Lei, todos tratando de pedidos de autorização para a abertura de novos créditos no orçamento em execução, que somam pouco mais de 7 milhões e 300 mil. O crédito adicional especial, de R$ 1.190,41 é destinado à restituição do saldo da Reforma CER Rosa Bróglio Zanin. O crédito adicional suplementar, de R$ 174.708,27 é para a manutenção das atividades das secretarias municipais. E o maior deles, o crédito adicional suplementar, de R$ 7.171.698,00 é para serviços de tapa-buracos.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta