Violência contra a mulher é tema de debate no Quilombo Rosa

0
550
Com a participação de aproximadamente 60 mulheres, roda de conversa integrou programação do Mês Elza Soares
 

A sede do Quilombo Rosa, no Valle Verde, recebeu uma na última terça-feira (15) uma roda de conversa com o tema “Histórias de superação de mulheres”, atividade mediada por Natália Cristina Luciano, que é psicóloga do Centro de Referência da Mulher “Heleieth Saffioti”. O encontro contou com relatos de pacientes do CRM com o objetivo de destacar a força dessas mulheres diante de situações de violência e busca pela autonomia financeira.

Maria Cristina Theodoro, gestora do Quilombo Rosa, destaca a profundidade dos diálogos promovidos pelo encontro. “Para as mulheres daquela região do Valle Verde, Laura Molina, Selmi Dei, foi um evento muito produtivo porque muitas delas sofrem violência doméstica ou em algum momento de suas vidas passaram por essa situação. E o encontro não só abordou a violência doméstica, como todo tipo de violência. A maioria das mulheres daquela região são negras, então elas sofrem violências do machismo e do racismo, além da violência institucional, porque muitas têm problemas para conseguir um trabalho digno”, relata.

A roda de conversa integrou a programação do Mês “Elza Soares”, que presta homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março. A agenda conta ainda com diversas atividades culturais, oficina de capacitação, corrida de rua, entre outras atrações que serão oferecidas até o dia 31 pela Prefeitura de Araraquara, através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular e pelo Centro de Referência da Mulher.

Maria Cristina aponta que o encontro, que reuniu aproximadamente 60 mulheres, cumpriu tão bem o seu papel que as participantes pediram que ele se tornasse permanente. “Gerou debates fortíssimos e relatos de violência e de superação que naquele momento chocaram a todos. Até mesmo eu, que estou acostumada a ouvir esses relatos, não que seja natural para mim, mas que são coisas que vemos no dia a dia morando em um bairro periférico, me choquei muito pelo tempo que a mulher sofreu a violência. Isso nos faz perguntar como ela conseguiu ficar tanto tempo passando por uma situação de violência e abuso, mas nas conversas e nos debates veio a resposta. Como essa mulher vai sair desse ciclo de violência, sem ela nunca ter trabalhado e sem ter nenhum amparo? Muitas delas não têm nem parentes na cidade, pois são de fora, de outras regiões do estado. Isso é muito complicado”, observa.


Segundo ela, os relatos foram de dor, mas também foram conhecidas muitas histórias de superação. “Ao mesmo tempo em que nos emocionamos com tanta dor e violência, ficamos muito felizes por ter um espaço em Araraquara que ampara, abriga e também apoia essa mulher a sair desse ciclo de violência”, enaltece a gestora.

Para ela, o encontro cumpriu o propósito do próprio Quilombo Rosa, que é um equipamento público que visa acolher, capacitar e empoderar a mulher. “Uma mulher periférica muitas vezes está sem esperança alguma, e ela chega aqui, tem essa oportunidade de participar de uma roda de conversa. Nesse encontro, mesmo as mais tímidas conseguiram ao menos se colocar, se apresentar e falar seu nome, enquanto outras mais espontâneas vieram com toda a vontade de colocar aquele sofrimento para fora. Então foi um encontro muito bom e só tenho a agradecer ao Centro de Referência da Mulher e todas as políticas públicas voltadas para as mulheres que o nosso governo proporciona”, finalizou Maria Cristina.

A programação

Com o nome de “Mês Elza Soares”, a programação presta homenagem à cantora falecida no dia 20 de janeiro e que levava suas plateias a clamar pelos direitos das mulheres através de canções marcantes que foram inspiradas em sua própria história. Confira abaixo a agenda completa:

PROGRAMAÇÃO MÊS ELZA SOARES

24 DE MARÇO – 19h

Centro de Referência da Mulher “Heleieth Saffioti”

Av. Espanha, 532 – Centro

Roda de conversa sobre violência doméstica e rede municipal de proteção.
Com representantes da Defensoria Pública, do Conselho Tutelar e também dos órgãos responsáveis pelos assuntos relacionados ao tema, que são o Centro de Referência da Mulher, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e a Secretaria de Saúde.

27 DE MARÇO – 8H

Parque Infantil – concentração e largada

Av. São Bento, 1993 – Centro

Corrida e caminhada “Atalanta” em celebração ao Mês das Mulheres

Ônibus itinerante com serviços de saúde para mulher, atividades esportivas no parque, DJ e feira.

Inscrições em: www.araraquara.sp.gov.br

29 DE MARÇO

Restaurante Popular

R. Nove de Julho, 3319 – Vila José Bonifácio

Café da tarde com a associação “Panelas Unidas” e roda de conversa sobre cooperativismo

Público-alvo: beneficiárias dos programas sociais da Prefeitura de Araraquara

 
 
ATÉ 23 DE MARÇO

Sebrae Araraquara

Av. Maria Antonia Camargo de Oliveira (Via Expressa), 2903 – Vila Ferroviária

Projeto “Mil Mulheres” sobre empreendedorismo – em parceria com o Sebrae Araraquara

Público-alvo: Mulheres assistidas pelo Centro de Referência da

Mulher e da Assessoria LGBTQIA+

PROJETO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER NOS CRAS

Rodas de conversa e sensibilização sobre a vida da cantora  Elza Soares e os desafios de ser mulher

22 DE MARÇO, 14H

CRAS “Beatriz Rama Porsani” – CECAP

Rua Amaury Pinto de Castro Monteiro, 957 – Cecap II

23 DE MARÇO, 9H

CRAS “José Luiz Torquato” – Vale do Sol

Rua José Palamone Lepre, 791 – Jardim Águas do Paiol

23 DE MARÇO, 14H

CRAS do Jardim São Rafael

Rua Cabo PM Benedito Vieira Goes, 340 – Jardim São Rafael II

24 DE MARÇO, 9H30

CRAS “Amador Gallucci Júnior” – Parque das Hortênsias

Avenida Remo Frontarolli, 16 – Parque das Hortênsias

25 DE MARÇO, 14H

CRAS “Ida Garcia da Cruz” – Cruzeiro do Sul

Rua Prof. Dr. Celso Eduardo de Moraes Barbosa, 79 – Jardim Iedda

28 DE MARÇO, 9H

CRAS “Dagmar Fedozzi Cataneu” – Selmi Dei

Avenida Luiz Ribeiro Filho, 402 – Selmi Dei setor II

29 DE MARÇO, 9H

CRAS “Junia Maria De Santi Alves” – Jardim Maria Luiza

Av. Alfeu Gonçalves Belchior, 75, Jardim Maria Luiza I

Mais informações no site www.araraquara.sp.gov.br ou nas redes sociais da Prefeitura.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.