Câmara aprova criação de cargo para educador de estudantes com deficiência e autismo

0
346

Sessão foi encerrada por falta de quórum e demais projetos serão debatidos e votados em Sessão Extraordinária na quinta-feira (9)

Os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara aprovaram na Sessão Ordinária desta terça-feira (7), o projeto da Prefeitura que cria o cargo de Agente de Apoio ao Estudante da Educação Especial. O Executivo afirma que a Rede Municipal de Educação tem 636 estudantes com deficiência ou autismo matriculados, que são assistidos por 172 profissionais de apoio (agente escolar, educador infantil e profissional de apoio terceirizado). Contudo, seus cargos não são específicos para lidar com a causa, o que resulta em grande rotatividade desses profissionais que assumem o emprego e não permanecem. Além do mais, tem havido aumento de estudantes com diagnóstico de deficiência ou autismo nas escolas da rede municipal. Serão criadas 500 vagas para esta atividade, que serão ocupadas por servidores concursados.

Os demais projetos não foram debatidos e votados, pois a sessão foi interrompida por falta de quórum, ou seja, não havia quantidade mínima de parlamentares presentes para a realização da sessão. A interrupção ocorreu logo após a votação do projeto sobre educação especial. O item seguinte tratava sobre a instituição do programa “Transformação em Cores”, para pessoas LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade social.

Uma Sessão Extraordinária será realizada na quinta-feira (9) para a votação dos projetos que não foram debatidos.

O vídeo completo da sessão está disponível nas redes sociais da Câmara.

(Setor de Imprensa – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.