Vereador Lineu Carlos de Assis fala na Sessão da Câmara sobre diversos problemas da cidade

0
328

Relato um fato do cotidiano, que está demonstrando uma total falta de sensibilidade, para não dizer outra coisa, do Poder Público Municipal.

No dia 12/07/2021, fizemos uma indicação junto ao órgão competente, após solicitação de munícipes, para a remoção de árvore que está toda comprometida, com galhos apodrecidos e caindo, oferecendo risco aos pedestres e carros que circulam ou estacionam no local. Os moradores da região também já haviam feito a solicitação formal para essa retirada, junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A resposta nos foi enviada em 14 de janeiro de 2022, Informando que, após vistoria, constatou-se que há necessidade de remoção e substituição da árvore, porém, tal execução aguarda processo licitatório de contratação de empresa para manutenção da arborização urbana.

Nada foi feito após seis meses. O munícipe não pode cortar a árvore, porque corre o risco de ser autuado (como muitos estão sendo). E os cupins infestando as casas, como faz? Quem vai pagar o prejuízo? Não está faltando um pouco mais de gestão e um pouco mais de respeito com o munícipe, que paga seus impostos? Está na hora de zelar pela nossa cidade!

Outras situações preocupantes:

Viaduto Leonardo Barbieri (Barroso); Viaduto Raphael Barbieri (22 de Agosto); Pontilhão da Alameda Paulista; Pontilhão da Avenida Santo Antônio.

Nós protocolamos um requerimento, solicitando laudos técnicos e informações sobre a real condição deles, que foram construídos há décadas. Para sua segurança, a população precisa saber.

Da mesma forma, há a necessidade de se fazer um estudo, para que se proteja os transeuntes que passam por esses pontilhões. Os locais são muito vulneráveis e as pessoas que passam pelo local, principalmente com crianças, correm risco de acidentes. O que está sendo feito para a segurança dessas pessoas?

De outra forma, também solicitei um laudo técnico da via expressa. O antigo secretário de obras, Senhor Laxixa, foi muito digno por, anos atrás, colocar para toda a população que a Via Expressa está condenada. Como é obra enterrada, ninguém se preocupa em fazê-la. Vamos esperar desmoronar?

Está na hora de deixar picuinhas de lado e gerir essa cidade como ela merece, como seus munícipes merecem, como todos nós merecemos. Estou relatando situações que podem ser agravadas sim e, na hora que acontecer (Deus queira que não aconteçam), ninguém vai se responsabilizar por esse relapso, essa irresponsabilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.