Situação de obra de creche municipal é informada à Câmara Municipal

0
126

Vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos) recebeu esclarecimentos sobre o assunto em resposta a requerimento

Em setembro, o vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos) enviou o Requerimento nº 851/2021 ao Executivo, solicitando informações sobre a obra do Centro de Educação e Recreação (CER) Dr. Álvaro Waldemar Colino, localizado no Jardim das Estações.
Em resposta, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos afirmou que o término da reforma estava previsto para o dia 20 de junho de 2021. No entanto, “por necessidade, a obra foi aditada e o prazo de execução foi prorrogado por pelo menos 90 dias”, não havendo possibilidade de nova prorrogação.
“Como a reforma está em fase final e conta com vários espaços prontos, a Secretaria Municipal de Educação, em reunião, apresentou para a comunidade de mães e pais uma proposta de retorno gradual do atendimento presencial dos alunos”, afirmou a secretária municipal de Educação, Clélia Mara dos Santos.
De acordo com o documento, no dia 27 de setembro retornaram ao atendimento presencial os alunos da pré-escola das terceiras, quartas e quintas séries do período parcial. Em uma segunda etapa, que deve ocorrer após a primeira quinzena de outubro, retornam ao atendimento presencial os demais alunos. “Desta forma, não será necessário utilizar um espaço alternativo para atendimento aos alunos; eles serão atendidos nas novas instalações do próprio CER”, destacou a secretária.
No Requerimento, o vereador questionou ainda a continuidade da distribuição dos kits de alimentação escolar aos alunos do CER, considerando que a suspensão foi feita com a explicação de que as aulas retornariam presencialmente, o que, devido à reforma, ainda não havia ocorrido neste caso específico.
Em resposta, foi informado que a entrega dos gêneros alimentícios aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de Educação Básica foi uma medida para evitar a insegurança alimentar e nutricional durante o fechamento das instituições de ensino, por isso, com o retorno das atividades presenciais, a oferta do alimento se dá em âmbito escolar, ou seja, foi encerrada a entrega de alimentos.
Desse modo, ainda de acordo com o Executivo, as famílias que estiverem em situação de vulnerabilidade social deverão ser direcionadas pelas unidades escolares aos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) próximos às suas residências, para que sejam continuamente assistidas por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, que mantém a parceria com a Secretaria Municipal de Educação. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta