Sentiu dor de dente? Dentista explica o que fazer de imediato

0
86

Dores de dente têm suas causas variadas, mas cirurgiã-dentista ensina truques para amenizar a situação quando elas chegam

Algumas geram notificações, outras chegam de surpresa e para ficar! Ela mesma, a temida dor de dente. Até conseguir uma consulta com dentista, o sofrimento pode ser intenso, por isso a Dra. Diana Fernandes, cirurgiã-dentista listou algumas práticas para a busca de um conforto imediato, enquanto se persegue o motivo daquela dor.

1. Higiene oral: Escove os dentes suavemente para remover resíduos de alimentos e evite pressionar áreas sensíveis. Use o fio dental para limpar entre os dentes;

2. Enxaguante bucal: Faça bochechos com água morna e sal para reduzir a inflamação e ajudar a controlar as bactérias na área afetada;

3. Compressa fria: Aplique uma compressa fria na área externa da bochecha para aliviar a inflamação e reduzir a dor;

4. Analgésicos: Utilize analgésico, seguindo as instruções do rótulo, para ajudar a controlar a dor. Evite aplicar medicamentos diretamente nos dentes sem orientação profissional.

5. Consulta odontológica: Marque uma consulta com um dentista para identificar a causa da dor e receber o tratamento adequado.

“Não ignore dores persistentes, pois podem indicar problemas mais sérios”, recomenda a especialista. No geral, segundo ela, a origem das dores de dentes pode vir de 4 situações, basicamente.

A começar pela cárie dentária, uma das principais causas de dor de dente, a Dra. Diana explica que ela resulta da deterioração do esmalte dentário devido à ação de bactérias, que são favorecidas por um alto consumo de açúcares e carboidratos associado a uma higienização precária. “O tratamento da cárie foca na restauração do dente afetado, com a limpeza de todo tecido e a colocação de uma resina para cobrir o que foi perdido por causa da cárie”, detalha a cirurgiã.

Um outro motivo comum de dor nos dentes é a sensibilidade dentária, que reflete a exposição da dentina, uma camada sensível abaixo do esmalte, que, segundo a Dra. Diana, pode causar dor ao entrar em contato com alimentos quentes, frios, doces ou ácidos. O tratamento da sensibilidade, explica a dentista, pode ser feito com cremes dentais para sensibilidade, escovas mais macias para não machucar as gengivas e “até a restauração para cobrir as partes do dente que estão expostas”, sugere.

As mais que temidas infecções de canal radicular (endodontite) também estão entre as causas comuns de dor de dente. “Essa inflamação do nervo e dos tecidos internos do dente é, geralmente, causada por uma cárie avançada e resulta em uma dor intensa”, lembra a Dra. Diana, ao explicar que o tratamento de canal consiste em limpar a cárie, remover o nervo afetado e colocar uma obturação entre os canais para mantê-los limpos e livres de bactérias.

Por fim, a Dra. Diana, lista os problemas na gengiva como outra causa basal das dores de dentes. As doenças gengivais, segundo ela, como a gengivite, podem levar a dores devido à inflamação e à infecção na gengiva ao redor dos dentes. “Tratar a gengiva é sobre controlar a placa bacteriana com técnicas de higiene e limpezas profundas no consultório, com remoção de tártaro e uso específico de enxaguantes bucais”, detalha a especialista.

Dra. Diana Fernandes

• Cirurgiã Dentista UNIP 2013

• Especialista em Gestão de Mercados Odontológicos – UNIP 2014

• Ortodontista – ESO 2015

• Invisalign Doctor – Desde 2015

• Atualização em Implantodontia – ABO 2018

• Imersão em Harmonização – MANDIC 2018

DANTS cursos 2019/2020/2021

(UPDATE Comunicação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.