Dia Mundial da Infância: Educação aplica Avaliação da Fluência Leitora e quer 90% de pequenos leitores até 2026

0
62
Foto: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Prova integra ações da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) dentro do Programa Alfabetiza Juntos SP; além de escolas estaduais, 613 prefeituras aderiram à avaliação

O Dia Mundial da Infância é comemorado em 21 de março. Na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), as unidades que atendem a 566 mil estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental são orientadas a desenvolver atividades que incentivem a criatividade e a sensação de pertencimento e segurança dos pequenos com o ambiente escolar ao longo de todo o ano.

Em 2024, a primeira edição da Avaliação da Fluência Leitora será realizada justamente na semana que marca a data instituída pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A prova que identifica se as crianças são pré-leitoras, leitoras iniciantes ou leitoras fluentes pode ser aplicada pelas unidades estaduais e municipais entre esta terça-feira (19) e a próxima sexta-feira (22). Nesta primeira edição do ano letivo de 2024, 108 mil crianças da rede estadual matriculadas no 2º ano do Ensino Fundamental serão avaliadas; 613 prefeituras também aderiram ao exame, que acontecem no mesmo horário das aulas nesta semana.

Como funciona a Fluência Leitora

Para o teste, os professores das salas de 2º ano contam com o apoio do aplicativo do CAEd (Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação). Esse aplicativo grava a leitura dos alunos e agiliza o acesso aos resultados.

As crianças têm acesso a textos pré-definidos e são consideradas leitoras fluentes aquelas que conseguem ler entre 45 e 60 palavras corretamente no decorrer de um minuto, entre 28 e 40 pseudopalavras (palavras inventadas ou sem significado) e atingem 97% de precisão na leitura de palavras existentes em um texto.

Na última avaliação da Fluência Leitora, em dezembro de 2023, 64% das crianças matriculadas nas unidades estaduais e em 600 municípios participantes eram consideradas leitoras iniciantes ou fluentes. A meta é que a Educação de SP amplie esse percentual para 90% até o ano de 2026.

(Secretaria da Educação do Estado de São Paulo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.