Parceria do Projeto de Gás Natural

O prefeito Edinho Silva, Paulo Sérgio Sgobbi, secretário de Desenvolvimento Econômico e Sinézio Inácio da Silva Júnior, coordenador municipal de Atividades Agro Industriais, visitaram a sede da empresa Gás Brasiliano para firmar o apoio da atual administração ao projeto gás natural. Com a presença da gerência técnica, coordenadores de Operações e Distribuição da Gás Brasiliano e empreiteiros da obra de construção da rede distribuidora de gás natural, foram discutidas questões pontuais sobre o fornecimento do gás.

Uma das metas da empresa Gás Brasiliano é conhecer o perfil econômico da cidade e seu Plano Diretor, a fim de desenvolver um projeto sólido de fornecimento do produto.

O prefeito Edinho destacou que “no momento, Araraquara lidera o interior paulista em investimentos”. Elencou diversas empresas, como a Distribuidora Schincariol, Kaiser, Nigro, Lupo, Alumínio Ramos, Rocatti, Inepar, Cutrale, entre outras, que despontam no mercado nacional e internacional e que poderiam ter interesse em buscar alternativas, usando produtos de baixo impacto ambiental, como o gás natural. Em relação ao Plano Direto (PD), o prefeito informou que está em fase final, mas que uma cópia será fornecida à empresa.

Aprendizado

J.A. Jacques Neto, gerente comercial, da Gás Brasiliano, expôs a necessidade de estudos e cursos de capacitação e aperfeiçoamento para implementar a instalação da empresa na cidade. “Precisamos de profissionais que saibam atuar na área (fornecimento do gás natural), não pensamos em trazer técnicos de fora, o enfoque é usar profissionais da própria região; treiná-los é mais viável para todos”, explica.

O prefeito Edinho, tendo por parâmetro a experiência da administração municipal na realização de cursos profissionalizantes, propôs que a prefeitura se torne a gestora de um curso de capacitação, mediante a parceria com a Unesp, Senai ou Faculdades de Engenharia Logatti. “Hoje, somos gestores de um curso para a Embraer, em parceria com o Senai, com os recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e que está em sua terceira edição.”

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Sérgio Sgobbi, reiterou a afirmação de Edinho, sustentando que a prefeitura tem a intenção de criar um curso para formar técnicos para o fornecimento de gás natural, tendo como enfoque o aprendizado e a empregabilidade.

Meio Ambiente e sociedade

A preocupação constante do grupo foi com a questão ambiental. Araraquara busca, hoje, crescer de forma sustentável, garantindo a qualidade de vida de seus cidadãos. Com isso, o prefeito ressaltou o quanto seria importante para a cidade a adoção, por parte das empresas, de um novo tipo de energia, com baixo impacto ambiental.

O chefe do executivo ainda fez questão de salientar a importância da instalação da empresa na cidade, gerando empregos e recursos para o município. Finalizando, afirmou que, “a administração municipal é parceira do projeto gás natural.”

Faustin Nkokolo, coordenador geral de Operações da Gás Brasiliano, reforçou o comentário do prefeito e comentou que “o gás natural é amigo do meio ambiente, é limpo e a maioria das indústrias deveria procurar essa alternativa, hoje, viável na região.”

Edinho Silva visitou as obras de construção da rede primária Boa Esperança – Araraquara, próximo à rodovia Washington Luiz. Esse ramal dará acesso à Estação de Controle de Pressão (ECP), que terá a finalidade de reduzir a pressão do gás e abastecer os clientes da região. Esse trecho possui 21 km e está em sua fase final de execução. A previsão é de que a Gás Brasiliano comece a operar em Araraquara a partir de abril desse ano.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Edição em homenagem a Geraldo Polezze

Boletim Diário número 82 – de 25 de junho de 2024

Educação SP investe em tutoria contra defasagem no aprendizado de português e matemática

Santa Casa divulga balanço referente ao Programa Saúde Cidadã

Confira as feiras de artesãos e empreendedores do final de semana (28, 29 e 30 de junho)

CATEGORIAS