Mudança no ranking: Fiat ganha

Depois de 42 anos de VW em primeiro lugar, o ranking apresenta, agora, a Fiat com 415.921 veículos montados. Um crescimento de 15% em relação ao ano passado. Uma vitória da Fiat, indiscutível. Mas, para a VW uma derrota que precisa ser pesquisada já que, diante do quadro, existe a possibilidade de reflexo nas próximas decisões de um cliente sempre mais exigente.

VW perde

A Volkswagem ficou em segundo lugar, com 402.655 carros montados. A derrota pode estar ligada ao pós-venda, o que vale ser investigado pela diretoria desta marca que, historicamente, tem muito a ver com a industrialização brasileira. VW desde o tempo do presidente Jucelino Kubstchek de Oliveira está batendo recordes. Quer dizer…estava. Um detalhe interessante: existe concessionária da VW que consegue brigar com o cliente e, por ser a única da cidade, acaba respingando na marca como um todo. Em Araraquara tem gente que procura concessionária até de Rio Claro (Apia) por ter sido constrangido, em algum momento, pela Arauto. Sugestão à diretoria da querida VW: em cidade com mais de 150 mil habitantes estimular, como diretriz central de marketing, a instalação de duas concessionárias. Assim, quando o cliente for maltratado, tem alternativa. Sem deixar a marca que toca o seu coração.

Audi foi a mais veloz

Entre 79 modelos testados no ano passado pela Folha de São Paulo, em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia, a perua Audi RS4 foi a mais veloz em aceleração de 0 a 100 Km/h. Recorde de 4,71 segundos.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS