Março azul: diagnóstico tardio de câncer do intestino avança e preocupa médicos

0
416
Foto: https://ictq.com.b

No Hospital Vila Nova Star, da Rede D’or, exames que detectaram estágios avançados da doença em pacientes cresceram 10% em 2021

O Hospital Vila Nova Star, da Rede D’or, na zona sul da capital paulista, identificou um aumento de 10% no diagnóstico de câncer colorretal em estágios avançados em 2021, na comparação com anos anteriores.

Segundo o médico Eduardo Moura, chefe do serviço de Endoscopia do Vila Nova Star e membro da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva, a pandemia de COVID-19 pode ter sido um fator determinante para que as pessoas descuidassem da prevenção e dos exames de rotina, o que contribuiu para um maior número de casos de câncer colorretal em fase mais avançada.

“O câncer colorretal é passível de prevenção por meio de investigação colonoscópica e exames que podem identificar a presença de sangue nas fezes. E, se diagnosticado em fases iniciais, pode ser tratado por endoscopia, de maneira minimamente invasiva e diminuindo risco de cirurgias”, afirma o especialista.

Segundo estimativas do Inca (Instituto Nacional de Câncer), anualmente surgem no Brasil cerca de 41 mil casos de câncer colorretal, em igual proporção entre homens e mulheres. Cerca de 20 mil pessoas morrem por ano pela doença no país.

O equipamento de endoscopia disponível no Vila Nova Star para rastreamento de câncer colorretal é um dos mais avançados do mundo, com alta definição de imagem, o que permite maior precisão no diagnóstico.
A campanha Março Azul chama atenção para o câncer colorretal, o terceiro que mais mata no Brasil. Mas quando descoberto em estágio inicial, pode ter até 90% de cura. Por isso, é importante que as pessoas com 45 anos ou mais procurem um especialista para a realização de exames preventivos anuais. (Tayna Hanada – Assessoria de Imprensa
– Site: www.agenciavfr.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.