Governo de SP lança cartilha sobre síndrome de Down em parceria com o Instituto Mauricio de Sousa

0
106
Foto: Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo

Guia ilustrado com personagens da Turma da Mônica fornece orientações e recomendações para o acolhimento e inclusão de pessoas com síndrome de Down

No Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado nesta quinta-feira (21), a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo (SEDPcD), em colaboração com o Instituto Mauricio de Sousa, lançou o manual “Orientações e Cuidados para Familiares de Pessoas com Síndrome de Down” em cerimônia realizada em frente ao Centro de Informações à Pessoa com Deficiência na estação Tatuapé da CPTM e Metrô, na capital paulista. O material é enriquecido pela presença de personagens da Turma da Mônica e tem como figura central a personagem Tati, inspirada em Tathi Piancastelli, atriz e influenciadora digital com síndrome de Down.

O manual detalha diretrizes e informações fundamentais para famílias que acolhem um recém-nascido com síndrome de Down, promovendo a importância de um ambiente acolhedor e inclusivo ao longo da vida. Os temas abordados incluem esclarecimentos sobre a síndrome de Down, maternidade, conselhos para a amamentação, exames importantes, intervenção precoce, vacinação, cuidados com a saúde, educação, linguagem apropriada, direitos e luta contra o preconceito.

“No Dia Internacional da Síndrome de Down, temos a alegria de lançar este guia com a Turma da Mônica para promover a inclusão e o respeito pelas pessoas com síndrome de Down. Este material, protagonizado pela inspiradora Tati, é um recurso valioso não apenas para informar, mas também para encorajar a empatia e o apoio na sociedade. É um passo importante em nosso compromisso de construir uma comunidade mais justa e inclusiva. Convido todos a explorarem e compartilharem este guia, ajudando-nos a avançar na direção de um mundo onde todos são valorizados por suas habilidades únicas”, destacou o secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos da Costa.

Personagens como Mônica, Cebolinha, Cascão, Milena, Jeremias, além de Luca, um menino que usa cadeira de rodas e é aficionado por basquete, e Sueli, uma menina surda e entusiasta dos esportes, também figuram no manual. O acesso à cartilha está disponível no link: https://bit.ly/CartilhaSindromeDown

“A defesa da inclusão faz parte da missão do Instituto, que, por meio dos personagens criados por Mauricio de Sousa, procura contribuir para a criação de condições e oportunidades para que as futuras gerações possam desenvolver plenamente seu potencial como pessoas e cidadãos. Tati protagoniza publicações sobre o respeito às diferenças desde 2009, contribuindo para ajudar a informar a sociedade sobre as pessoas com síndrome de Down”, enfatizou Amauri Sousa, diretor executivo do Instituto Mauricio de Sousa.

A elaboração do guia contou com a expertise da pediatra Ana Cláudia Brandão, integrante do Comitê Técnico-Científico da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down e presidente do Núcleo de Estudos sobre a Criança e Adolescente com Deficiência da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

No evento de lançamento, estiveram presentes o secretário da SEDPcD, Marcos da Costa, o secretário de Transportes Metropolitanos, Marco Antonio Assalve, o presidente da CPTM, Pedro Tegon Moro, o diretor executivo do Instituto Mauricio de Sousa, Amauri Sousa, entre outras autoridades e representantes de entidades.

Além disso, os participantes puderam assistir a apresentação da banda Batucada do Nasce, um grupo de percussão composto por 33 pessoas com deficiência que tem trajetória no carnaval e na cultura popular, se afirmando como um grupo atuante no cenário artístico e na luta dos direitos das pessoas com deficiência no bairro de Sapopemba e região, na capital paulista. A Batucada do Nasce proporciona uma vivência sociocultural para além da percussão, sugerindo uma reflexão sobre a realidade da pessoa com deficiência na música em sua plenitude.

“As nossas estações de trem, Metrô e nossos terminais intermunicipais são espaços de convergência e de fácil acesso, onde pessoas de diferentes origens e experiências se encontram diariamente. É, portanto, um local ideal para promover a conscientização e o diálogo sobre questões importantes, como a síndrome de Down, a diversidade e a inclusão das pessoas com deficiência em nossa sociedade”, disse o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Marco Antonio Assalve.

As cartilhas estão disponíveis de forma gratuita nos dois Centros de Informação à Pessoa com Deficiência localizados nas estações Tatuapé e Palmeiras-Barra Funda.

Arena paralímpica

Organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro em parceria com a SEDPcD, os usuários de transporte público que passarem pela estação Tatuapé em 21 de março poderão praticar do esporte paralímpico na Arena Paralímpica nas modalidades de futebol de cegos e basquete em cadeira de rodas. Os participantes poderão experimentar esses esportes, que fazem parte da realidade de atletas com deficiência em todo o mundo.

A Arena estará montada em frente ao Centro de Informação à Pessoa com Deficiência (lado da CPTM), das 10h às 16h30, e a participação é totalmente gratuita.

Sobre a síndrome de Down

Caracterizada por uma alteração genética específica, a síndrome de Down resulta de uma cópia adicional do cromossomo 21, também conhecida como Trissomia 21. Essa particularidade cromossômica acarreta características físicas distintas e um comprometimento cognitivo que influencia a capacidade de aprendizado, adaptando-se a um ritmo próprio de ensino. No Brasil, a prevalência desta condição genética é estimada em 1 a cada 700 nascimentos.

Sobre o Instituto Mauricio de Sousa

Fundado em 1997, o Instituto Mauricio de Sousa tem em seu DNA os valores éticos que permeiam a vida e a obra de Mauricio de Sousa, o respeito à infância e o compromisso de incentivar a leitura, ultrapassando gerações. Temos como premissa que investir na criança é semear um futuro promissor, por isso desenvolvemos, por meio de uma linguagem lúdica, projetos, campanhas e ações sociais nas áreas de educação, cultura, cidadania, inclusão social e diversidade. Fomentamos o desenvolvimento de ações transformadoras, visando potencializar o impacto e a transformação social. Para mais informações acesse: institutomauriciodesousa.org.br

(Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.