GEPOL – PROTAGONISTA DA HISTÓRIA

0
539
Cidinha e Wilson Luiz

(Da redação)

WILSON SILVEIRA LUIZ

Fez história na imprensa de Araraquara (e outras cidades). Por meio de relato do próprio Wilson, contamos um pouquinho de sua vida.

Observação que salta aos olhos: um batalhador!

“Comecei a trabalhar com 12 anos de idade na Mantovana Fábrica de balas dos irmãos Dalacqua na Rua Gonçalves Dias 1111. Casado com a Maria Aparecida (querida Cidinha), desde 28 de maio de 1960. Tivemos 7 filhos, 10 netos e 7 bisnetos.

Comecei na comunicação em 1959 na Rádio Progresso de São Carlos. Passei por várias emissoras: Progresso, Rádio São Carlos, Rádio Realidade, Rádio Universitária de São Carlos, Rádio Voz da Araraquarense, Rádio Morada do Sol, Rádio Aracoara, Rádio Bandeirantes de Araraquara, Rádio Brasil FM, Rádio Central de Campinas, Rádio Sumaré, Rádio Cultura de Ribeirão Preto, Rádio Notícias de Matão, Rádio Clube Imperial de Taquaritinga e tantas outras.
Trabalhei em vários jornais: Correio de São Carlos, Primeira Página de São Carlos, Correio de São Carlos, Tribuna, Folha de São Carlos, Jornal A Cidade e tantos outros.

Ganhei dois anos seguidos o Troféu Gandula como melhor narrador do interior; Troféu Aceesp; Honra ao Mérito pela Câmara Municipal de Araraquara, projeto apresentado na época pelo vereador Geraldo Polezze; Cidadão Benemérito de Araraquara; Troféu Gente que Acontece do François Paul; 2 vezes o Troféu instituído pelo Maurinho Januário e vários outros. Fui fundador da LIBA (Liga Bochófila de Araraquara). Fui apresentador oficial da Seresta A Caminho do Sol e do Concurso Nacional de Bandas Marciais.

Fui Presidente da ACESC (Associação dos Cronistas Esportivos de São Carlos) em dois mandatos; presidente da Comtur de São Carlos; fui do Conselho Superior da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), Diretor do Interior da Aceesp; Diretor da Ferroviária; Presidente da ACEA – Associação dos Cronistas Esportivos de Araraquara e Diretor do Palmeiras E.C da Vila Xavier.”

Veterano que é na comunicação, como Wilson vê as mudanças na imprensa?

“O modo de divulgação mudou muito após o surgimento da internet. Infelizmente, nem todos os informes são confiáveis. Tem muita gente maldosa aproveitando para deturpar a história. Principalmente na política onde fake news predominam.”

Esclarecimento

O JA vinha fazendo o PROTAGONISTA DA HISTÓRIA todas as semanas em formato digital. As plataformas digitais mudam com o passar do tempo, e esses Protagonistas digitais poderiam se perder na história. Resolvemos colocar em papel todos os que foram publicados em formato digital para que também façam parte da história. O JA, como todo veículo de comunicação escrito, produz livros de arquivos para guardar, preservando assim a história das cidades e das pessoas contidas em seu conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.