GEPOL

0
505
Foto: Câmara Municipal de Araraquara - Praça da Igreja do Carmo

(Editoria)

RECLAMAÇÕES DA PRAÇA DO CARMO

As reclamações sobre a ocupação de moradores sem teto na Praça do Carmo persistem, gerando preocupações na comunidade local. Embora não tenham sido especificados os detalhes das reclamações, a presença dessas pessoas tem causado incômodo entre os frequentadores da praça e os moradores próximos.
A situação levanta questões sobre segurança, higiene e convivência pacífica no espaço público, chamando a atenção das autoridades locais para a necessidade de encontrar soluções adequadas para o problema.

Denúncia de vereador

O Vereador Gerson da Farmácia (MDB) traz outros detalhes; pediu à Prefeitura levantamento de informações sobre limpeza e segurança. As atuais condições da praça motivaram o vereador a questionar a Prefeitura, por meio de requerimento, sobre a manutenção, limpeza, segurança e a situação dos moradores que habitam o local.

“A Praça do Carmo tem sido usada como refúgio para pessoas em situação de rua, que vivem sem condições adequadas, realizando suas necessidades fisiológicas no local. A situação é extremamente preocupante em termos de segurança, pois, de acordo com moradores, não há mais tranquilidade devido a frequentes brigas, alvoroço e consumo de drogas no local. Frequentadores da igreja estão sendo alvos de constantes abordagens, e, junto à falta de higiene e conservação, já evitam caminhar e estacionar nas proximidades”, pontuou Gerson.

Ele acrescentou que o problema é complexo e tem diversas causas multissetoriais, que precisam ser abordadas por várias frentes. “Torna-se urgente encontrar uma solução para a sociedade, visto que, assim como as pessoas em situação de rua têm o direito de permanecer nas praças, moradores, comerciantes e frequentadores dessas áreas também não podem ter sua liberdade cerceada pela falta de segurança e má conservação desses espaços, sendo que esses direitos também devem ser garantidos pelo poder público.”

Diante disso, o vereador solicitou ao Executivo informações sobre quais são as medidas que estão sendo implementadas para garantir o direito dos moradores à segurança, sem se sentirem intimidados.

“Com o aumento do número de pessoas em situação de rua na referida praça, houve também uma preocupação em aumentar a frequência das limpezas, com o objetivo de manter, minimamente, condições de higiene do local. Além disso, gostaríamos de saber se há algum cronograma específico para a conservação da vegetação do local. Em caso afirmativo, solicitamos que sejam disponibilizadas as datas das intervenções realizadas e as previstas”, questionou o parlamentar.

QUERMESSE

O Santuário de Santo Antônio, localizado na Av. Santo Antônio, nº 308, está entusiasmado em convidar a comunidade para participar de mais uma edição da Quermesse, que acontecerá no sábado, dia 23.
O evento tem como objetivo arrecadar fundos para as obras de revitalização da igreja e promete ser uma festa repleta de diversão e delícias gastronômicas. O local escolhido para a realização da festa será ao lado do próprio Santuário, proporcionando facilidade de acesso aos participantes. Serão oferecidas diversas gostosuras típicas de quermesse, garantindo momentos de sabores irresistíveis para todos os presentes.

COMEMORAÇÃO NO ASILO SÃO FRANCISCO

O Dia Internacional da Mulher foi comemorado também no Asilo. Foi repleto de carinho e muita alegria. As residentes foram mimadas com flores e um delicioso café da manhã especial, e a festa ficou muito mais animada com a presença da @carlaraile.danca, que trouxe entretenimento para todos através de um show de dança.

DENGUE MATA

Araraquara enfrenta uma situação preocupante devido ao aumento significativo de casos de dengue, refletindo uma realidade que se estende por todo o Estado de São Paulo e pelo Brasil. Com UPAs e hospitais lotados, a cidade tem enfrentado dificuldades para lidar com a demanda crescente de pacientes infectados pelo mosquito Aedes aegypti. Para tentar conter a disseminação da doença, muitas localidades têm recorrido à instalação de hospitais de campanha.

A gravidade da situação é ressaltada pelo número crescente de óbitos registrados em todo o país. Diante desse cenário, é essencial que os moradores de Araraquara estejam atentos e adotem medidas preventivas em suas casas, quintais e arredores. Evitar o acúmulo de água parada, mesmo em pequenas quantidades, é fundamental para reduzir o risco de proliferação do mosquito transmissor. Lembre-se sempre: a dengue pode ser fatal.

Quem nos acompanhou até aqui tenha um excelente final de semana e até a próxima, se Deus assim o permitir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.