Evento de Lençóis não tem relação com vacina

0
528

Da Redação

Em nota, Governo do Estado de São Paulo esclareceu que a criança de Lençóis Paulista não sofreu efeito adverso em função da vacina, mas, sim, tinha doença congênita. A informação foi ratificada pelo Ministério da Saúde ontem.

O esclarecimento é importante diante de tantas notícias mal divulgadas, além de uma série de “fake News”, com muitas teorias de conspiração.

O fato resumido é o seguinte: existem duas vacinas – Pfizer e Coronavac – autorizadas para aplicação em jovens; não existe novidade na exigência de atenção à saúde, sendo tradição no nosso país o cuidado preventivo vacinal. Por isso, cuidem de seus filhos.

Há receio de vacina com tecnologia mais recente como a Pfizer? Não precisariam ter temor, diante de tantas análises (técnicas) feitas mundialmente, além de uso anterior para jovens em mais de 30 países. Mesmo assim, se o medo persistir, procurem a Coronavac, cuja tecnologia é comum, tradicional, conforme maioria das vacinas usadas há anos.

E, de novo, vemos a felicidade de o Governo de São Paulo ter corrido atrás da Coronavac, não é verdade? Bem ou mal, o Brasil tem algumas opções de vacinas – inclusive, com produção local -, o que não ocorre em muitos países.

Foto: Governo de SP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.