(Editorial) Transporte público gera reclamações

0
135
Foto: Prefeitura de Araraquara

Passageiros dos transportes coletivos não estão sendo tratados como consumidores, e isso é um problema que afeta a qualidade de vida e a mobilidade urbana em nossa cidade. O Dia Mundial do Consumidor, celebrado em 15 de março, reforça os direitos daqueles que pagam, muitas vezes caro, por um serviço essencial como o transporte público.

O serviço de transporte é parte integrante do contexto do consumo, e embora tenham sido observados alguns avanços, tanto na teoria quanto na prática, ainda há muito a ser feito. Hoje, o setor de transportes enfrenta uma concorrência significativa, com muitas pessoas optando por outros meios de locomoção devido ao tempo de viagem, custo da tarifa e qualidade do serviço.

É inegável que a tarifa em nossa cidade está entre as mais altas da região, enquanto os ônibus apresentam má conservação, descumprimento de itinerários e desrespeito aos horários de espera nos pontos. Além disso, os motoristas muitas vezes trabalham em um ambiente hostil, onde os passageiros são vistos mais como um incômodo do que como clientes.

A questão que surge é: de quem é a culpa pelos maus serviços prestados? Inicialmente, cabe ao poder público, que concede ou opera as linhas, a responsabilidade por garantir a qualidade dos serviços. No entanto, a falta de uma cobrança efetiva por parte das autoridades torna a punição por má prestação de serviços pouco significativa. Além disso, as relações entre alguns transportadores e o poder público carecem de transparência.

É fundamental repensar o modelo de operação do transporte público, investir em fiscalização eficaz e promover uma relação transparente entre empresas e o poder público. Por outro lado, os passageiros também têm um papel a desempenhar. Agir com civilidade, respeitar os veículos e os profissionais que neles trabalham é essencial para uma convivência harmoniosa.

As reclamações devem ser feitas de forma adequada, dirigindo-se às empresas, ao poder público, ao Ministério Público, ao Procon e à imprensa. Os usuários do transporte coletivo têm todo o direito de expressar suas insatisfações e demandas, e é importante que não se calem diante dos problemas enfrentados.

A Câmara de Araraquara e o Poder Executivo têm o compromisso de melhorar o transporte na cidade, mas é necessário um esforço conjunto da sociedade e dos legisladores para que as reclamações sejam ouvidas e as melhorias implementadas.

Aproveitemos o Dia Mundial do Consumidor, instituído como uma forma de proteger os interesses dos consumidores, para cobrar uma atenção especial aos usuários do transporte coletivo em nossa cidade. Juntos, podemos buscar soluções e garantir um transporte público de qualidade para todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.