Cuidado na Rede Social

Luiz Gonzaga Bertelli (*)

As redes sociais são realidade e hoje têm um papel influente em todo o mundo. Quem não se lembra da utilização do twitter pelo presidente Barak Obama, durante as eleições norte-americanas? Como dizer que as redes sociais no Egito não tiveram importância acentuada para a queda do governo do ditador Hosni Mubarak? E as recentes manifestações de rua ocorridas no Brasil? É portanto um mecanismo de destaque para as relações sociais do mundo. Muitas pessoas se esquecem, no entanto, do necessário cuidado para utilização da internet. Já existem casos famosos de colaboradores que foram dispensados de empresas por causa da indiscrição sobre assuntos de trabalho e, até mesmo, exposição inadequada da vida pessoal nas páginas da web.

Entre os meios de comunicação mais utilizados na era tecnológica, está a correspondência eletrônica, popularizada pelo e-mail. A utilização errada desse importante canal também pode comprometer a imagem profissional. Uma das normas para a boa apresentação é a preocupação com a língua portuguesa. Nada mais inadequado do que um texto cheio de erros gramaticais e ortográficos. A receita é fazer uma revisão criteriosa, após a redação do e-mail.

Apesar dessas armadilhas, não há como negar que a internet, as mídias sociais, as correspondências eletrônicas e todos os benefícios que elas trazem para a comunicação, principalmente longas distâncias, vieram para ficar. No início, eram encaradas como fonte de dispersão para os funcionários mais jovens. Mas, hoje, as empresas já estão de olho nesse mercado. Profissionais especializados no acompanhamento e análise das novas mídias ganham importância no mundo corporativo. O CIEE, instituição filantrópica que há quase 50 anos facilita inserção dos jovens no mercado de trabalho, também está presente nas mídias sociais, pela sua fan page oficial no Facebook (www.facebook.com/oficial.ciee), com o objetivo prioritário de levar aos seus usuários uma comunicação dinâmica, informativa e participativa, reunindo o universo estudantil e o profissional, e colocando fim aos limites geográficos.

(*) É presidente Executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), da Academia Paulista de História (APH) e diretor da Fiesp.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Região Central: aulas do 2º semestre começam segunda-feira (29) com novidades para estudantes da rede estadual de SP

Escola do Legislativo da Câmara promove curso sobre TDAH

O Brasil na crise do clima

A vida é assim mesmo

Biden joga a toalha. Recomeça a corrida presidencial nos EUA

CATEGORIAS