12 de outubro: Prefeitura alerta para proibição de queima de fogos com estampidos

0
123

Dia de Nossa Senhora Aparecida é marcado pela soltura de fogos de artifício ruidosos, que afetam idosos, crianças e animais

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal da Chefia de Gabinete, pede que a população não pratique a queima de fogos de estampidos e artifícios, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso, que se tornaram tradicionais em 12 de outubro, feriado que marca o Dia de Nossa Senhora Aparecida. A ação é proibida por decreto no município e visa proteger a saúde de crianças, idosos, pessoas com deficiência e dos animais, principalmente os cães, gatos e aves, que têm o aparelho auditivo muito sensível, de maneira que ficam estressados e chegam a sofrer convulsões e ferimentos e frequentemente se acidentam na fuga.
A coordenadora de Bem-Estar Animal da Prefeitura, Carol Mattos Galvão, explica que a soltura de fogos submete os animais a um estresse muito grande. “Tem animais que acabam morrendo por ataques cardíacos, muitos animais fogem, correndo risco de atropelamento, e muitos se ferem tentando procurar um lugar seguro. Então pedimos, não só em nome dos animais, mas também pelos idosos e crianças autistas, que as pessoas realmente respeitem a legislação e não soltem fogos porque a soltura de fogos não traz nenhum benefício, seja para o meio ambiente, seja para os humanos, seja para os não humanos”, salienta.
Vale destacar que o decreto municipal nº 11.939/19 prevê multa de 10 UFMs (Unidades Fiscais do Município, atualmente em R$ 60,29 cada), acrescida de 100% em caso de reincidência, no caso de fogos de artifício com barulho serem soltos na cidade. A população tem diversos canais à disposição para denunciar a soltura de fogos. As denúncias, que são anônimas, podem ser feitas à Guarda Municipal, pelo telefone 153, ao setor de Posturas (3301-5265) e no site da Prefeitura, por meio do canal “Fale com o Prefeito”. Na denúncia ao setor de Posturas e na página da Prefeitura deverão constar endereço, data e hora da infração, além de foto, áudio ou vídeo.
No caso das crianças e dos bebês recém-nascidos, os fogos causam medo e reações que variam de pessoa para pessoa, como coração acelerado, suor nas mãos e dificuldade para dormir. Essas reações costumam prejudicar a rotina da criança e da família. Sem os devidos cuidados, podem ainda se transformar em psicopatologias, como, por exemplo, a fobia social. Em idosos, o barulho intenso dos fogos pode ser extremamente estressante e causar a liberação de adrenalina, aumentando o risco de infartos e problemas cardíacos. Crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) têm hipersensibilidade sensorial, podendo interpretar os fogos de artifício com reações negativas como medo, desespero, angústia, convulsões e até apresentar autolesões, como bater a cabeça contra a parede. Além disso, animais também sofrem com o barulho. Eles têm o ouvido muito mais sensível que o ser humano, o que amplia o ruído do estouro dos fogos de artifício, tornando a situação assustadora. Eles se desesperam, fogem, se machucam, têm ataques de pânico e podem até chegar à morte.

Como denunciar a soltura irregular de fogos de artifício com estampido:

Guarda Municipal – Telefone 153
Setor de Posturas da Prefeitura – 3301-5265
Site da Prefeitura (canal “Fale com o prefeito”) – Ícone na home do site na lateral direita (ao lado de Perguntas frequentes)

(SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE ARARAQUARA)

Deixe uma resposta