Massafera sai na frente no sistema da

Ao avançar no sistema da qualidade total, a Construtora Massafera recebeu, nesta semana, uma auditoria da Fundação Vanzolini para aquilatar o nível de seu processo construtivo, a gestão administrativa em busca de resultados e todos os padrões que garantem a qualidade do produto elaborado, tecnicamente impecável, visando a satisfação dos consumidores.

Após dezenas de horas de pesquisa, muito diálogo e aferição de resultados, os engenheiros-auditores elaboraram documento recomendando a certificação. Sem dúvida, uma vitória da empresa araraquarense, plenamente sintonizada com as exigências internacionais, via PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade Habitacional).

A Construtora Massafera, dentro das regras do programa da qualidade, vai merecer estudos da Comissão de Certificação que, via-de-regra, subordina sua decisão às recomendações dos auditores de campo. Portanto, dentro de no máximo 30 dias, o certificado “B” deverá chegar como prêmio à empresa que elege a qualidade para enfrentar o mercado extremamente competitivo.

Explicação

O Eng. Armando Soares de Oliveira Júnior, da Fundação Vanzolini, atende a reportagem do JA e explica sobre a certificação.

Na construção civil existem, hoje, vários sistemas de qualificação: Qualihab, PBQP-H e ISO-9000.

A ISO 9000 é uma auditoria que visa a implantação, a um só jato, do sistema da qualidade.

O PBQP-H tem como pilar a ISO 9000, adaptando-a à construção civil de maneira evolutiva. Para não ser obrigada a implantar o sistema da qualidade de uma vez só, a empresa ganha os degraus D, C, B e A.

A Construtora Massafera está quase no topo da escada. Ao implantar o “Nível B”, que está sendo recomendado, segue em direção do “A”.

Vale dizer que a implantação da ISO-9000, que é atestado internacional da qualidade, também está a um passo.

PBQP-H

Presentemente, o programa da qualidade está sendo exigido pela Caixa Econômica Federal e algumas prefeituras, como a de São Paulo. Mas, a tendência é ser exigido nacionalmente.

A construtora que não tiver essa certificação ficará impedida de prestar serviço, isto é, ficará fora do mercado.

Essa tendência mundial de se exigir o PBQP-H é a forma de segregar as empresas que teimam em prestar serviço, sem condições técnicas. O programa tem, pois, o condão de depurar o mercado.

Empresa

O sistema qualifica o seu processo construtivo e toda a gestão administrativa em busca de resultados positivos adotando padrões eleitos como de excelente qualidade.

Consumidor

Todo esse procedimento de certificação tem o mérito de garantir ao consumidor que está recebendo um produto aprovado pelo Sistema da Qualidade. Quer dizer, no caso da Construtora Massafera: “estou recebendo um produto padronizado, com a mais alta qualidade que não me dará problema, só satisfação”, exemplifica o engenheiro-auditor.

Qualihab

Esse programa exigido há alguns anos pelo Governo de São Paulo, especialmente através da CDHU, tem 11 ítens da ISO 9000, direcionados à construção civil.

O PBQP-H apresenta-se com 20 ítens da ISO, significando que a empresa que tiver a Qualihab tem, por decorrência, meio caminho andado para atender às exigências internacionais.

A emoção do retorno

Este auditor estudou na Faculdade de Engenharia Civil, da Associação Logatti, e retorna como profissional de reconhecido gabarito.

“De estudante a profissional. Vim buscar conhecimento e hoje estou trazendo para Araraquara. Tenho prazer em encontrar o mercado em ascensão, é gratificante testemunhar o crescimento da construção civil e o amadurecimento das empresas, notadamente o da Construtora Massafera que estamos auditando”, afirma o Eng. Armando.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS