Ipem-SP realiza Operação Férias Escolares e reprova 13% dos produtos verificados em laboratório

0
435
Foto: IpemSP

Operação realizada na capital e interior do estado identificou erros na quantidade dos produtos conforme indicado na embalagem 

Equipes do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, e órgão delegado do Inmetro, com a finalidade da proteção para o consumo e a vigilância de mercado, realizaram na terça-feira, 18 de julho, a análise de produtos consumidos por crianças e adolescentes, sucos e refrigerantes, durante a operação Férias Escolares.

Nos laboratórios do instituto localizados na capital, em Bauru, Campinas e São Carlos, foram analisados 23 produtos, dos quais 3 (13%) apresentaram erros.

Confira a tabela com as irregularidades encontradas pelas equipes de fiscalização. Acesse https://www.ipem.sp.gov.br/images/pdf/IpemSPOpFeriasEscolares2023_resultado.pdf

Em Bauru, foram autuados os produtos preparados sólidos para refresco sabores laranja docinha e laranja com mamão da Tang. Das 13 amostras do produto sabor laranja docinha, foi detectado erro na média do produto, ou seja, na somatória das 13 amostras faltou 0,4 gramas do preparado, que equivale a 2,22% da média dos 13 itens, devido a isso, ocorreu a reprovação. No sabor laranja com mamão, das 20 amostras do produto, o erro médio foi de 0,5g, que equivale a 2,78% de erro médio das 20 unidades e foi reprovado.

Em Campinas, foi autuada a bebida de uva da Locpop. As 13 amostras analisadas, apresentaram erros quantitativos, contra o consumidor nas amostras individuais e na média

O objetivo da operação foi verificar a fidelidade das indicações de quantidade conforme indicados nas embalagens.

“A finalidade da operação foi verificar se as quantidades de produtos contidos nas embalagens são as indicadas pelos fabricantes e distribuidores, garantindo que o consumidor realmente receba a quantidade exata pela qual está pagando”, explica o superintendente do Ipem-SP, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior.

As empresas autuadas pelo Ipem-SP têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

 Dicas do Ipem-SP

– O consumidor deve ficar atento na indicação quantitativa dos produtos pré-embalados, denominados pré-medidos, que devem constar no rótulo, em cor contrastante à que lhe servir de fundo;

– O peso da embalagem deve ser descontado do peso do produto;

– Não se engane com indicações do tipo “tamanho família”, pois embalagens de tamanhos iguais podem conter quantidades diferentes;

Ipem-SP

O Ipem-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, brinquedos, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais. É seu papel também proteger o consumidor para que este leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, no telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, enviar e-mail para [email protected]ou acesse www.ipem.sp.gov.br

Siga o Ipem-SP­­­­­­­­­­­­­­­­­ nas redes sociais @ipemsp

­­­­­­­­­­­­­­­­­­ (Assessoria de Imprensa do Ipem-SP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.