Furto de grades vira febre

Exatamente 20 grades de boca de lobo foram furtadas da Via Expressa. Enquanto não há reposição, os locais ficam sinalizados.

O secretário de Obras e Serviços Públicos, Valter Ricardo Léo Rozatto, apela novamente à polícia militar, para que continue as investigações e à população, para que faça denúncias, caso tenha conhecimento das ações praticadas.

No mês passado, a prefeitura registrou furto de 14 placas de inauguração de praças públicas, 7 grades de boca de lobo e 2 tampões de galerias de águas pluviais.

Cada tampão de poço de visita é feito de ferro fundido, chega a pesar 80kg e custa R$80,00. As bocas de lobo também são de ferro, pesam 50 kg e custam em torno de R$ 130,00. As placas de inauguração, que geralmente são feitas de ferro ou bronze, pesam 7 Kg e custam R$300,00.

O secretário de Obras alerta, mais uma vez, que os objetos furtados (comprados com o dinheiro público, custam caro) são vendidos por um preço inferior, para receptadores. Além disso, as bocas de lobo ficam abertas, em plena via pública, e podem causar acidentes, envolvendo pedestres e veículos.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Termina nesta quarta (19) as inscrições para o “Seminário de Enfrentamento ao Racismo Religioso e LGBTfobia nos Espaços de Matriz Africana” 

Comad realiza II Semana Municipal de Políticas sobre Drogas nos dias 24, 26 e 27 de junho

Araraquarense se voluntaria em Canoas, RS

Dia do Orgulho Autista: Grupo promove pesquisas e informação sobre Autismo

Câmara aprova regras para funcionamento de painéis luminosos de propaganda

CATEGORIAS