Ficar por Último

Padre Fernando Fraga

DISSE O SENHOR BOM JESUS: Os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. S. Mateus

Se você precisar de descanso, não descanse muito mais que o necessário, porque ferro parado enferruja, água estagnada apodrece. E, além disso, talvez, mais tarde, falte tempo para terminar a tarefa da existência. E é trágico demais morrer inacabado. Se você for alegre e feliz, não ria alto demais, para que a sua gargalhada não vá tornar mais doloroso o gemido de alguém na casa ao lado. Se, nas dores, você soluçar, faça-o baixinho, bem no fundo, bem lá dentro, para não apagar algum sorriso no semblante de alguém, no andar de cima. Se você escorregar na estrada da existência e até mesmo cair mais de uma vez, não fique deitado no solo, clamando o destino, porque lhe falta muito caminho por andar e, além disso, você só vai atrapalhar a passagem dos outros que podem tropeçar no seu corpo caído. E se é triste cair, muito mais triste ainda é levarmos alguém na nossa queda. Se, algum dia, talvez, você perder a linha e der vazão ao grito, a cólera, a revolta, com ganas de quebrar o mundo ao seu redor, não arrebente tudo, porque atrás de você, vem muita gente ainda que deseja encontrar o mundo inteiro e belo. Se você encontrar a semente ou a muda do raro arbusto da FELICIDADE, não vá plantá-lo em seu quintal todo cercado, mas sim ao lado de um caminho freqüentado para que muitos possam descansar à sua sombra e comer seus frutos sem pagar. Mas se encontrar apenas o caminho que leva a esta árvore bendita, não vá por ele sozinho: fique alerta e de pé, a entrada dele, com um braço estendido assim. Como uma flecha, dizendo: FELICIDADE, AMIGO? VENHA POR AQUI! Não se incomode de ficar por último porque todo o que passar a sua frente vai dizer: “Obrigado” e dar-lhe um bom sorriso. E quando, enfim, você chegar, depois de todo condecorado, iluminado de sorrisos recebidos, verá que os outros estarão à sua espera para que você entre primeiro. (A.D.)

Boa semana a todos. + Fernando Fraga.

REFLEXÃO DA SEMANA

Não tenha medo dos inimigos que o atacam. Tenha medo dos amigos que o bajulam! (General mexicano Álvaro Obregon).

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O vaivém da fome

Tragédia Gaúcha

Os dois Brasis

A Reforma tributária e o preço dos alimentos

O transporte público do Brasil está colapsando? Para onde vamos?

CATEGORIAS