Famílias na subestação da Fepasa

Depois de comprovar junto a CETESB e Ministério Público que a área da Subestação da Fepasa estava abandonada, também contaminada por vazamento de óleo (que após análise, detectou-se ser óleo naftênico), Nascimento, que vem acompanhando todo o sofrimento vivido pelas famílias que moram naquele local, discute com a coordenadoria de Habitação a elaboração de um projeto para retirada dessas famílias recolocando-as em outro local mediante projeto que combine moradia e geração de trabalho e renda.

Além da distância da cidade, essas famílias com crianças estão desprovidas de água até para beber, uma situação impensável para uma cidade como Araraquara. A coordenadora Mara e a assistente social Lílian estiveram no local acompanhando Nascimento e devem iniciar o cadastramento das famílias.

Nascimento destaca o empenho e o envolvimento da coordenadora de habitação do município que já adiantou algumas propostas que deverão ser analisadas conjuntamente às famílias. A discussão poderá também atingir outras famílias que estão alojadas na colônia de Tutóia e às margens da ferrovia no Jardim Hotênsias.

Compartilhe :

No data was found
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

II Curso de Inverno da Unesp: inscrições prorrogadas até próxima quarta-feira (12)

Evento Empregabilidade Inclusiva será realizado no Teatro do Sesi na terça (11)

Nesta sexta tem show no Sesc Araraquara

Sábado tem teatro no Sesc Araraquara

Projeto para a primeira infância, neste final de semana no Sesc Araraquara

CATEGORIAS