Facira ainda reserva surpresas

Cerca de 260 mil pessoas deverão visitar a 13ª Feira Agro Comercial e Industrial da Região de Araraquara (Facira) até este domingo (11).

Aberta no dia 2, a Facira 2002 teve o investimento de R$ 600 mil e deverá gerar R$ 3 milhões em negócios. No ano passado foram R$ 2 milhões, com um público de 250 mil pessoas.

Este ano, foram montados 163 estandes de pequenas, médias e grandes empresas, com novidades de vários setores. Além disso, a Facira reúne exposições, shows, parque de diversões e uma área de alimentação com comidas típicas, organizada pelas entidades do Fisa. Entre as exposições destaque a de pequenos animais, caminhões (cavalos mecânicos) importados e super especiais; de triciclos especiais; de carros da Fórmula Auto Cross; de blindados do Exército e de máquinas e equipamentos.

Nestes dois últimos dias de Feira, o público terá ainda vários motivos para ir à Facira.

No sábado (10), haverá o show Tempero Musical, Forró e Xote, com Régis & Luciano, às 19h30; Grupo Emoções da Terra & Band, às 20h30; e Forró Boddó, 21h30. Os treinos livres da 1ª etapa da Copa Yamaha serão às 20 horas.

No domingo (11), a partir das 10 horas, acontecerá a 41ª Exposição Internacional de Cães. A partir das 13 horas, será iniciada a prova do Arena Cross, com a participação dos pilotos Saçaki e Rafael Ramos. Durante a noite será realizado o Show Sertanejo Country e Samba e Pagode, com Rolf Junior & Banda, às 19h30; Dani & Danilo, às 21h; e Sotaque Paulista, às 22h.

Os organizadores sortearão, no último dia, uma Honda Bis e um Pegeout 206. Para participar, basta preencher o cupom recebido na compra do ingresso e depositá-lo na urna.

Os ingressos custarão R$ 3,00 nos dois últimos dias.

Compra

A escritura dos pavilhões da Facira deverão ser entregues a prefeitura municipal de Araraquara ainda este mês, segundo informações dadas pelo prefeito Edinho Silva durante a solenidade de transferência da área ao Executivo, realizada em estande da administração instalado na Feira.

O ato contou com a presença do secretário estadual da Ciência e Tecnologia, Ruy Altenfelder, que declarou o interesse do governo do Estado de São Paulo em estimular a realização de eventos turísticos e empresariais nos pavilhões.

A prefeitura planeja transformar o local em um centro de convenções e exposições. A remodelagem dos pavilhões deverá ser executada com o dinheiro da venda dos prédios do Hotel Eldorado e Hotel Municipal.

Conforme o acordo fechado com a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS) para a aquisição do imóvel, a prefeitura pagará R$ 5,2 milhões pela área – o valor será pago em 60 parcelas de R$ 88 mil.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cinema

Escola de Música Scalla: 30 anos

Escola de Música Scalla: 30 anos

O fim de anúncios de LED pela cidade?

DELEGACIA DA POLÍCIA FEDERAL EM ARARAQUARA

CATEGORIAS