(Editorial) Renovação esperada

0
519

Nossos políticos estão envelhecendo. Observação óbvia, claro. Mas vale chamar atenção para isso, porque não temos indicativo claro de renovação, especialmente, para o Executivo.

A sucessão de prefeitos da cidade é bastante interessante. É que tivemos vários mandatos de um pequeno grupo de políticos. Clodoaldo Medina, Waldemar De Santi, Roberto Massafera, Marcelo Barbieri e, especialmente, Edinho (em seu quarto mandato) se revezaram na função.

Massafera parece desinteressado em nova tentativa; Barbieri, idem. Clodoaldo e De Santi já cumpriram sua função e estão no merecido descanso. Edinho não pode concorrer nestas eleições. Isso significa que, depois de muito tempo, Araraquara pode inaugurar nova liderança política. A pessoa a ser eleita, portanto, estará em seu primeiro mandato. Isso pode significar solidificação da força do grupo de Edinho, mas também pode representar nascimento de oposição forte, se a pessoa vencedora for contrária ao atual prefeito.

Vejam que fazemos menção à pessoa eleita, sim, porque nada impede que tenhamos a primeira prefeita da história de Araraquara. A conferir. O fato é que as eleições de 2024 prometem muita novidade. Quer dizer: assim esperamos, porque nada pior do que não ter um(a) candidato(a) para votar com vontade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.