Dimas une região para conquistar a Furp

As autoridades políticas se reuniram no prédio da Prefeitura de Araraquara, última sexta-feira (22), para somar forças visando a instalação de nova unidade da Fundação para o Remédio Popular (Furp) na região.

A reunião, convocada pelo deputado Dimas Ramalho e prefeito Edinho Silva, teve o objetivo de aglutinar as forças políticas de modo a apresentar o Hospital “Nestor Goulart Reis” , em Américo Brasiliense, como o local mais indicado para sediar essa fábrica.

Atenderam ao chamamento, a prefeita Cleide Berti Ginato (Américo) e Gregório Gulla (Gavião Peixoto).

A decisão de construir uma nova unidade da Furp foi anunciada pelo governador Geraldo Alckmin onde serão fabricados medicamentos complementares à linha de produção da unidade-sede de Guarulhos. Deverá contar com equipamentos de ponta.

Estudos preliminares da Furp, que é mantida pelo governo do Estado, apontam área localizada no hospital “Nestor G. Reis” como mais apropriada à instalação.

Condições

Segundo Dimas Ramalho, o governo decidiu montar uma nova unidade, pois, a de Guarulhos não tem condições de expandir a produção. Além de, no mínimo, 120 mil metros quadrados para comportar a unidade, outra exigência do Estado é que haja possibilidade de trabalho conjunto entre universidades e setores ligados à saúde, além do compromisso dos municípios em adquirir tais medicamentos da Furp.

Decisão

“Reunimos todas as condições de participar deste projeto de expansão da Furp. Outro quesito é a vontade política da região, e isso demonstramos, hoje, nesta reunião. Estamos consolidando um consórcio de cerca de 40 municípios que, a princípio, estava voltado para construção de uma fábrica de genéricos. Agora, trabalhamos para agregar nossas forças e sediar esta unidade da fábrica de medicamentos. Com energia e trabalho voltado aos interesses da região, o governador dará o sim”, destacou o deputado.

Confiança

A prefeita Cleide Berti Ginato está confiante. “Sem dúvida, este é um projeto ambicioso para Américo e toda região. A médio prazo deverá absorver 300 trabalhadores diretos e 150 indiretos, o que nos deixa feliz, pois vivemos a falta de emprego na região. Realmente precisamos de uma unidade em torno deste projeto”, finalizou.

Para a instalação em questão, a Furp deverá investir entre 2003 e 2006 um montante de 80 milhões de dólares.

Verba para Gavião

O prefeito Gregório Gulla e o deputado Dimas Ramalho assinaram convênio entre Gavião Peixoto e o governo do Estado no valor de R$ 150 mil. O dinheiro será aplicado na construção de uma Unidade Mista de Saúde no jovem município.

O pedido havia sido feito há mais de um ano e o deputado intercedeu junto ao governador para conseguir a liberação.

Dimas Ramalho disse que apresentou ao governador Geraldo Alckmin a necessidade do município possuir estrutura de atendimento de porte na área de Saúde, não somente pelo crescimento do município, mas também devido a grande demanda econômica gerada pela vinda do Pólo Aeroespacial da Embraer.

“Esta era uma necessidade muito antiga de Gavião que, até hoje, não possuía uma estrutura para atendimento de enfermidades mais leves. Com a emancipação político-administrativa e a vinda da Embraer, o município deve estar equipado para atender à demanda da população”, salientou Dimas.

O projeto prevê a construção de uma unidade de atendimento ambulatorial e de intervenções cirúrgicas básicas. A unidade oferecerá serviços na área de pediatria, ginecologia, obstetrícia e clínica geral.

Próteses

A Secretaria da Saúde do Estado anunciou a liberação de R$ 450 mil para a compra de materiais de órteses e próteses para Araraquara e mais 25 municípios da região.

De acordo com Dimas, a Secretaria Municipal de Saúde de Araraquara ficou encarregada de formar uma equipe técnica que procederá ao levantamento da demanda de pacientes. Essa equipe irá qualificar e quantificar os casos e levantar a real necessidade da utilização de órteses e próteses.

“Após o levantamento de dados sobre a demanda dos municípios, a diretoria regional de Saúde ficará com a responsabilidade de proceder a licitação dos equipamentos para cada município mapeado. O governador mostrou, mais uma vez, que está sensível às reivindicações da nossa região, principalmente as da área de saúde”, declarou Dimas.

O deputado havia encaminhado ofício ao governador explicando as dificuldades em trabalhar com o recurso de R$ 30 mil, repassado para este setor de saúde pública. A maior parte da verba era utilizada na compra de bolsas de colostomia e pouco mais de 15% eram aplicados em órteses e próteses.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

COPA ARARAQUARA

GUERREIRINHAS GRENÁS-SUB-17 ESTREIAM EM MATÃO

BASQUETE FEMININO CONQUISTA TÍTULO

HANDEBOL MASCULINO GANHA

GINÁSTICA ARTÍSTICA CONQUISTA MEDALHAS

CATEGORIAS