Ciúme também é vício

Sarah Coelho Silva (*)

Existem países neste mundo que as pessoas

Não conhecem este sentimento: o ciúme.

Nós brasileiros o cultivamos,

Fazendo parte de nossa cultura,

Muito moralista, e envolvidos

Neste sentimento um tanto negativo

As vezes, sofremos muito desnecessariamente,

Pois nossa mente é quem na realidade

Navega neste mundo misterioso.

E através desta infinda viagem,

Muitas vezes nos perdemos,

Ficamos como loucos, vagando sem destino.

E nesta mente, onde residem umas minhocas,

Já muito bem alimentadas, correm o risco

De virarem uma assombrosa sucuri.

Então, precisamos imediatamente reagir.

Muito menos, dar asas a nossa

Imaginação: fértil, perigosa e muito fraca.

Não vamos ficar como pessoas viciadas

Em drogas que somente se prejudicam.

Vamos deixar de pensar em nosso

Ciúme, desenfreado, desnecessário.

Vamos ser fortes e pensar

Somente em coisas que nos fazem bem.

E deste vício danoso, entender.

Ninguém pode gostar de sofrer,

Porque na realidade,

Quem trai, não ama a si próprio,

E muito menos ninguém,

É um candidato a viver no futuro

Muito só.

(*) Escritora e colaboradora do JA.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O vaivém da fome

Tragédia Gaúcha

Os dois Brasis

A Reforma tributária e o preço dos alimentos

O transporte público do Brasil está colapsando? Para onde vamos?

CATEGORIAS