Centro Afro realiza letramento racial com liga das atléticas da Unesp

0
122
Atividade ocorreu no auditório da faculdade de Ciências Farmacêuticas com a participação de representantes de várias unidades do interior paulista

No último sábado (16), o responsável pelo programa SOS Racismo da equipe do Centro de Referência Afro “Mestre Jorge”, Thiago Morais, ministrou uma atividade de letramento racial para dirigentes de atléticas dos diversos campi da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) que se encontram em preparação para a realização dos Jogos Universitários conhecidos como “O Inter”. O letramento ocorreu no auditório da faculdade de Ciências Farmacêuticas com a participação dos campi de Araraquara, Assis, Araçatuba, Bauru, Botucatu, Dracena, Franca, Guaratinguetá, Ilha solteira, Jaboticabal, Marília, Presidente Prudente, Rio Claro, Registro, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba e Tupã.

 
O letramento racial é um conjunto de práticas que nos ensina a enxergar como as relações raciais modelam o mundo e como elas são modeladas por ele. Trata-se, portanto, de um elemento crucial para uma (re)educação antirracista.

Thiago Morais falou sobre a importância da atividade. “Na oportunidade, abordamos o trabalho desenvolvido pela Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais e o trabalho desenvolvido no programa SOS Racismo mantido na unidade do Centro de Referência Afro. O encontro permitiu uma série de trocas e discussões sobre o racismo do hoje e como ele atua de forma institucional e como podemos desenvolver políticas de combate ao racismo na universidade”, avaliou.

Murilo Lima, um dos organizadores da capacitação, também valorizou a ação. “A capacitação sociocultural é extremamente importante, pois é uma momento que a Liga Interuniversitária de Esportes Universitários (LIEU) reúne as atléticas da Unesp, organizadoras do Inter Unesp, para discutir temas extremamente relevantes para a organização do nosso evento e do convívio dentro da Universidade, além de proporcionar a evolução pessoal de todas as pessoas que participam da LIEU. Nesse ano, estava em pauta a acessibilidade em eventos universitários, o racismo, gênero, sexualidade e acolhimento, redução de danos em eventos universitários e gestão dos resíduos sólidos no O Inter. O evento foi um sucesso, atingimos o objetivo principal e ouvimos personalidades com falas potentes e de grande impacto”, comentou.

O número do Programa SOS Racismo é o (16) 99626-9466, sendo este um canal de orientação e acompanhamento das denúncias de todas as formas discriminação racial, injúria e preconceito motivado pela cor da pele ou etnia.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.