As melhores entidades filantrópicas

Dorothy Thereza de Q. Cardozo (*)

A edição especial da Revista Veja (dezembro de 2001), sob o título “Guia para fazer o bem”, apresenta um assunto que merece prioridade no Brasil: a filantropia. Os levantamentos recentes dão como certo que pelo menos 20 milhões de pessoas atuam como voluntários, um exército grandioso. Embora incapaz de acabar com a miséria, a tropa ajuda a atenuar o sofrimento de milhões de brasileiros.

A revista mobilizou uma equipe de catorze repórteres e treze fotógrafos. Durante quatro meses, eles visitaram alguns dos principais projetos filantrópicos do país. São projetos levados adiante por pessoas comuns, desenvolvidos com persistência e muita criatividade e sustentados especialmente pelo espírito solidário, que independe de idade, credo ou classe social.

Veja se impôs uma tarefa ambiciosa: listar as principais entidades filantrópicas do Brasil, apresentadas nas páginas 59 a 80. São 431 instituições filantrópicas, entre elas, o Asilo de Mendicidade de Araraquara.

O caminho escolhido por Veja para mostrar um retrato do Brasil solidário, tem contornos qualitativos. Ele foi feito com base em critérios discutidos com trinta dos maiores especialistas do país. Decidiram incluir as entidades que atendessem alguns requisitos, excluindo as instituições de caráter ecológico.

Um dos requisitos exigidos é que tenham merecido o título Bem Eficiente entre 1997 e 2001, conferido pela empresa de consultoria Kanitz & Associados, ou façam parte da lista das 400 maiores entidades filantrópicas do país, também da Kanitz.

O Asilo de Mendicidade está listado, à página 70 (São Paulo) com os seguintes dizeres: Atenção: Abriga idosos e proporciona atendimento médico, terapia ocupacional, fisioterapia e atividades recreativas e artísticas. ACEITA: Dinheiro, alimentos, roupas, objetos e trabalho voluntário”. Inclui o telefone: (16) 222-12-89 e Email: www.sunrise.com.br/ama

O Guia

No mês de abril/2001, o Asilo recebeu o “Guia de Filantropia 400 – As maiores entidades beneficentes”, publicado pela Kanitz & Associados, de São Paulo, acompanhado de Certificado e selos comemorativos. No capítulo “Assistência a Idosos e Adultos”, o Asilo consta em 16ª colocação, entre as 23 instituições relacionadas, levando-se em conta os dispêndios sociais (valor da despesas totais da entidade sem fins lucrativos e que normalmente equivalem às receitas de recursos.

Ainda nesse capítulo, é evidente a projeção do Estado de São Paulo perante outros Estados brasileiros: 18 entidades paulistas, 1 no Rio de Janeiro, 1 em Minas Gerais, 2 em Santa Catarina e 1 no Panamá.

Visite os nossos velhinhos…

(*) É Assessora de Comunicação do Asilo de Mendicidade.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agenda Cultural

Boletim Diário número 75 – de 14 de junho de 2024

Edinho assina Ordem de Serviço para reforma e ampliação da USF do Adalberto Roxo

Edição 1605 – de 14 a 18 de junho de 2024

(Editorial) Queimadas urbanas! Reclamações todos os dias

CATEGORIAS