Araraquara celebra o Dia Nacional de Mobilização Pró-Saúde da População Negra

0
321
Cidade contará com uma série de atividades realizadas nesta sexta-feira (27) na Área de Lazer “Tom Zé”, no Jardim América

O 27 de outubro é o Dia Nacional de Mobilização Pró-Saúde da População Negra, data que foi escolhida pelas organizações do movimento negro e trabalhadores da saúde para lembrar que apesar dos avanços conquistados na área da saúde, ainda persistem as desigualdades raciais. Nesse dia, acontece em todo o Brasil uma série de atividades para informar a população negra sobre os seus direitos e ampliar o debate com os gestores, profissionais de saúde e a população em geral sobre o racismo e suas relações com a saúde.

Em Araraquara, a Prefeitura Municipal, por meio da Coordenadoria de Políticas Étnico-Raciais, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e da Participação Popular, terá uma programação que será oferecida nesta sexta-feira (27) na Área de Lazer “Antônio José Paterniani – Tom Zé”, localizada no Jardim América. A ação deste ano vem com o tema “Até onde vai o seu racismo?”.

A programação conta com uma roda de conversa sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) com Albert Andreone, orientações sobre todas as doenças propensas à população negra, atividades relacionadas à Saúde da Mulher, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e orientações em geral. Nessa data, das 17h às 20h30, serão oferecidos gratuitamente serviços como aferimento de pressão e teste de glicemia, além da aula aberta de samba-rock e da oficina de tranças.

A coordenadora de Políticas Étnico-Raciais, Alessandra Laurindo, destaca a importância da ação. “A cidade de Araraquara, desde 2009, dá luz à importância dessa data, com o intuito de sensibilizar gestores e estudantes da saúde à implementação da Política de Saúde Integral da População Negra, mas em especial alertar essa população sobre os cuidados necessários sobre as doenças que atinge majoritariamente pessoas negras, como anemia falciforme, diabetes melittus (tipo II), hipertensão arterial, glaucoma, miomas uterinos, câncer de colo retal e o próprio suicídio, pois o racismo adoece e também mata. Diante disso, daremos início à programação do Novembro Negro”, destacou.

O evento será realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, com o Núcleo da Saúde da População Negra e de Terreiros “Nair Claudino”, e conta com o apoio da Rede Temática de Serviços Farmacêuticos, através do Projeto de Assistência Farmacêutica Estudantil da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp de Araraquara.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.