Análise Cinematográfica

0
541

Colaborador: Bruno Sanches Bosso Munhoz

“BOB MARLEY: ONE LOVE”

O filme – ao contrário dos demais analisados nesta coluna – trata de uma pessoa real, um símbolo de resistência, resiliência, força, paz e, principalmente, amor. Com indicação para maiores de 16 anos, venha comigo nesta conversa sobre “O Cara do Reggae”.

Para não serem pegos de surpresa, “Bob Marley: One Love” não se trata de toda a história do “Skip”, como Bob Marley é chamado ao longo do filme. Mas sim, sobre tudo o que o levou a compor um de seus melhores álbuns e a retomar sua carreira depois de um atentado que sofreu junto de sua banda, The Wailers, em 3 de dezembro de 1976.

O filme é discorrido através de duas etapas, a primeira irá retratar o personagem mantendo sua imagem boa – a fim de preservar o respeito e a honra da família – enquanto o segundo retratará os fatos como são, mostrando uma imagem real do astro. Este filme também coloca a família de Bob nos holofotes, mas não prejudica em nada a história para quem só conhecia o cantor pelo nome ou por suas músicas.

É um ótimo filme para se ver em uma tarde de domingo para escapar do tédio, além de ser uma oportunidade de sair de sua bolha e conhecer um pouco da história do homem que uniu seu país com músicas que levavam amor e paz por onde eram tocadas.

Por fim, recomendo a todos irem ao cinema e prestigiarem Bob Marley, um homem que, querendo ou não, entrou para a história propagando a mensagem de Jah (palavra hebraica usada para simbolizar o nome de deus). É um bom filme, logo, 8/10. Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.