Américo aperta o cinto da economia

A prefeitura de Américo Brasiliense divulgou circular interna endereçada aos chefes e diretores de setores comunicando a suspensão, por tempo indeterminado, de compra de quaisquer produtos, inclusive contratação de serviços terceirizados.

A prefeita Cleide Berti Ginato toma essa medida devido à queda de receita. “Os gastos mensais já estão ultrapassando a arrecadação. Diante disso, estamos priorizando somente os serviços emergenciais”, afirma a chefe do Executivo.

A instabilidade de repasses constitucionais da União e do Estado é outro fator preocupante. “Nessa semana o governador Geraldo Alckmin falou para a queda de repasse das receitas do Estado. Conseqüentemente, essa queda deve refletir nos municípios criando uma situação preocupante”, declara.

Se o risco Brasil obteve uma melhora, a economia nacional se mantém estagnada.

Essa situação cria um momento delicado em todas as demais esferas de governo, principalmente para os municípios e, por isso, a prefeita Cleide está tomando a providência acertada. Ainda mais que não deseja trabalhar no vermelho e prejudicar serviços essenciais à comunidade.

Poda de árvores

A Prefeitura está realizando, neste mês, poda em todas as árvores das vias públicas.

Segundo José Alves de Oliveira, Dedé, encarregado pelo setor de Urbanismo, os trabalhos estão sendo realizados durante a semana e envolvem quase todos os bairros.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS