Aberração legislativa difícil de ser engolida

A Câmara Municipal de Araraquara, em sua sessão ordinária da próxima terça-feira (25), às 19 horas, tem 9 ítens na Ordem do Dia.

Dentre os projetos, no entanto, surge um que deixa o eleitor desarvorado: como aprovar o que está em desacordo com a lei?

“Ainda bem que a votação é nominal e, em qualquer tempo, poderemos requerer a lista dos vereadores que votaram contra as normas legais e fizeram favor com chapéu alheio”, afirma analista político.

Eis o inditoso projeto, no ítem de nº 2:

“Em 2ª discussão e votação, o projeto de lei complementar nº 084/03, do vereador Ronaldo Napeloso, que concede à empresa GREEN FIELD PARTICIPAÇÕES LTDA, permissão para execução de reforma e ampliação de prédio comercial localizado à Rua 9 de Julho nºs 695, 699 e 703 em desacordo com o Anexo 2B da Lei Nº 3.297 de 3 de junho de 1.986 e suas alterações posteriores, no que se refere a índices urbanísticos e dá outras providências. (Processo Nº 0302/03).

(O leitor que desejar emitir opinião a respeito dessa iniciativa, meio obscura, pode enviar e-mail ao JA).

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Choro das Águas tem diversas atrações na Praça do Daae (dia 23)

De olho nas belezas nauticanas

Esforça-te!

Prefeito Luizinho Noli parabeniza Miss Santa Lúcia

Matrículas abertas para o EJA em Américo

CATEGORIAS