A salvação da prefeitura municipal

Uma boa idéia: a prefeitura vende a dívida ativa (contribuintes inadimplentes) ao banco que paga, em real, sobre o principal. O banco ganha a possibilidade de cobrar multa e juro. Se não receber, a prefeitura troca por outros títulos.

Afinal, um jeito de fazer fluir dinheiro pelos cofres municipais, sempre raspadinhos a se considerar a demanda por serviços à comunidade.

Após os estudos jurídicos, o Ministério da Fazenda vai se debruçar sobre a iniciativa do prefeito Edinho. “O Lula gostou, espero que seja viável e que os banqueiros também gostem. Será uma forma de salvar as prefeituras brasileiras”, disse Edinho Silva.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS