Vontade de um Abraço

De repente, deu vontade de um abraço…

Uma vontade de entrelaço, de proximidade, de amizade, sei lá…

Talvez, um aconchego que enfatize a vida e amenize as dores…

Que fale sobre amores, que seja teimoso e, ao mesmo tempo, forte.

Deu vontade de poder rever, saudade de um abraço…

Um abraço que eternize o tempo, que preencha todo espaço, mas, que faça lembrar do carinho que surge devagarinho da magia da união dos corpos, das auras…sei lá.

Lembrar do calor das mãos acariciando as costas, a dizer: “estou aqui”.

Lembrar do trançar dos braços, envolventes e seguros, afirmando: “estou com você”.

Lembrar da transfusão de forças com a suavidade do momento…sei lá.

Abraço…abraço…abraço…

Abraço…abraço…abraço…

O que importa é a magia desse abraço.

A fusão de energia que harmoniza, integra tudo e que se traduz no cosmo, no tempo e no espaço.

Só sei que, agora, deu saudade desse abraço.

Que afaste toda e qualquer angústia.

Que desperte a lágrima da alegria e que acalme o coração…

Que traduza a amizade, o amor e a emoção.

E para um abraço assim só pude pensar em você…

Nesta sua energia, nesta sua sensibilidade que sabe entender o por que da vontade desse abraço. (A.D.)

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS