Primeiros-Socorros

Carmo Vicentini (*)

Férias: mais viagens e mais riscos de acidentes nas estradas. Dicas de como proceder no atendimento a feridos.

O Estado de São Paulo terá mais um feriado na próxima semana. Aliado às férias escolares, deve provocar aumento de tráfego nas rodovias. No ano passado, o feriado de 9 de Julho, que comemora a Revolução Constitucionalista, resultou em 514 acidentes, com 237 feridos leves, 79 feridos graves e 13 mortos. Neste ano, mesmo caindo numa quarta-feira, muitos médicos já estão atentos para o socorro necessário em caso de acidentes.

Muitas mortes poderiam ser evitadas se houvesse um maior preparo das equipes e hospitais que socorrem as vítimas. Em primeiro lugar, é imprescindível frisar a importância do atendimento imediato que a vítima recebe ainda no local do acidente, com os cuidados cabíveis e imobilização adequada para o transporte hospitalar. O segundo atendimento, realizado por uma equipe médica, ocorre assim que o paciente dá entrada no hospital. Nessa fase, o acidentado tem suas funções respiratória e circulatória estabilizadas, bem como são avaliados outros possíveis danos sofridos. Uma vez estável, a vítima passa por um poli-X, ou seja, uma bateria de exames radiológicos para pesquisar lesões no corpo. Esses exames garantem, por exemplo, que nenhuma hemorragia interna passe despercebida e leve o acidentado ao óbito.

(*) É médico e colaborador do JA.

Compartilhe :

No data was found
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ala pediátrica da UPA Valle Verde será transferida para a unidade de saúde do bairro nesta sexta (14)

Sesi Araraquara vence o Blumenau no 1º jogo das quartas de final da LBF

Após autorização do Presidente Lula, Prefeitura lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

Comcriar elege conselheiros e define diretoria para o mandato de 2024 a 2026

Guerreiras viram a chave novamente para o Brasileirão

CATEGORIAS