Mudanças bruscas

Helenita Turci (*)

Estou denunciando a forma como o Estado irá efetuar as mudanças de diretor e supervisor de escola para o 2º semestre de acordo com a Resolução 73/2003, de 22/07/2003, que dispõe sobre a necessidade de rever os procedimentos relativos às substituições nas classes de Suporte Pedagógico do Quadro do Magistério.

Através da denúncia, mostro a preocupação dos pais e professores com as mudanças do gestor, líder do Projeto Pedagógico no meio do caminho das execuções das ações, tendo em vista que as metas já foram incansavelmente discutidas e trabalhadas com a equipe escolar.

Concurso realizado no início do ano letivo delimitou a aprovação de diretores e supervisores no magistério público estadual, que deverão assumir no final deste ano.

Mas atribuição acontece nesta segunda-feira(4), quando cessam as designações de diretores, e nova escala será feita, por pontos. Desta forma aqueles mesmos que dirigiam as escolas serão reaproveitados, somente que em espaços diferentes, através de nova escala, por pontos.

Para os professores não é o momento de se efetuar substituições, pois seria oportuno que ocorressem no final do ano, quando do ingresso de diretores e supervisores. Seria, entendem, a maneira de se construir o sonho da escola que se quer, a escola da família.

Por isso faço a denúncia de mudanças afoitas em prejuízo, pelo menos, da auto-estima dos servidores.

(*) É Vereadora

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comad realiza II Semana Municipal de Políticas sobre Drogas nos dias 24, 26 e 27 de junho

Araraquarense se voluntaria em Canoas, RS

Dia do Orgulho Autista: Grupo promove pesquisas e informação sobre Autismo

Câmara aprova regras para funcionamento de painéis luminosos de propaganda

Araraquara tem a menor taxa de homicídios do Brasil entre as cidades com mais de 200 mil habitantes

CATEGORIAS