Mecanização pode tirar 300 mil vagas

A mecanização da colheita de cana-de-açúcar no Brasil pode acabar com mais de 300 mil postos de trabalho no campo.

Segundo estudo do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, a maioria desse trabalhadores tem menos de três anos de escolaridade.

Em média, uma colheitadeira substitui 80 cortadores. Como cada um deles ganha, em média, R$ 300, a economia chega a R$ 24 mil por mês.

Entretanto, o que mais pesa é o custo social que essas mecanização acarretará. Em algumas cidades do interior do Estado de São Paulo, a população é praticamente formada por cortadores de cana, provenientes principalmente do Nordeste e do norte de Minas Gerais.

As colheitas começaram e se extenderão até o fim do ano, e após seis meses de trabalhos esses cortadores de cana estarão mais uma vez desempregados.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agenda Cultural

Boletim Diário número 75 – de 14 de junho de 2024

Edinho assina Ordem de Serviço para reforma e ampliação da USF do Adalberto Roxo

Edição 1605 – de 14 a 18 de junho de 2024

(Editorial) Queimadas urbanas! Reclamações todos os dias

CATEGORIAS