Feitiçaria – Qual a mais poderosa arma para nos defender?

Se Deus é por nós, quem será contra?

Romanos 8:32

O que é o feitiço? É a forma onde pessoas movidas pelo ódio ou inveja desejam contaminar, ou envenenar o astral de alguém. O feitiço sempre existiu. Na Mesopotâmia já se praticava a feitiçaria. Na época de Moisés ele enfrentou feiticeiros poderosos que fizeram pedaços de madeiras se transformarem em víboras, porém a cobra transformada por Moisés destruiu as que foram transformadas pelos feiticeiros demonstrando que o poder de Deus esta sempre acima do força do diabo, isto é, o bem sempre venceu e vencerá o mal.

Existe o feitiço verbal. O ser humano pratica essa forma de feitiçaria toda vez que fala mal de uma pessoa na ausência dela. O feitiço mental ocorre quando pensamos e desejamos mal a uma pessoa. Através da mente é possível enfeitiçar alguém desprotegido espiritualmente. Outra forma de se praticar a feitiçaria é invejar alguém. Quando, com todas as forças de nosso ser, invejamos alguém, conseguimos envenenar o astral da vítima inconscientemente. É o chamado feitiço inconsciente. Só que toda vez que desejamos um mal a alguém (até inconscientemente) conseguimos prejudicá-la e nós também por existir uma lei universal, a lei do retorno, de causa e efeito. Entre todas as formas de se praticar a feitiçaria está o feitiço consciente. É aquele praticado por pessoas odiosas, vingativas e sem temor a Deus. Há feiticeiros que conseguem dominar pessoas indefesas, prejudicar o semelhante e até ganhar dinheiro ou prestígio praticando o feitiço consciente. Eles costumam usar amuletos, sapos, bonecos, terras com maus fluidos, roupas usadas de pessoa a quem se deseja prejudicar e muitas rezas doentias. Muitos já foram arruinados espiritual, familiar, economica e moralmente. A feitiçaria sempre existiu e sempre existirá. A bruxaria está em todo mundo semeando a névoa da maldade e superstição. Mas existe uma arma poderosa para nos defender. Existe uma expressão mundialmente usada para denominar a bruxaria que é o despacho. O que é o despacho? É a forma da pessoa dedicar oferendas aos maus espíritos para receber deles o favor de fazer mal ao inimigo. Qual a arma para nos defendermos? A arma tem que ser o inverso do despacho, que é o antidespacho. Para a picada da cobra venenosa existe o antídoto geralmente feito do próprio veneno da cobra; para enfrentar o ódio, temos a arma do amor; o mal temos o bem e o despacho, apresentamos o antidespacho. Por essa razão convidamos a todos para a missa do antidespacho da restituição, a hora final para as forças malignas! Sexta-feira 13 de setembro, às 9, 15 e 20 horas. No santuário do filho de Deus e de Nossa Senhora, Rua Maurício Onofre Cardilli, 182, Jardim Castelo, em frente ao Tropical Shopping. Todos aprenderão a desmanchar o feitiço através da fé.

Boa semana a todos.

+ Fernando Fraga.

Reflexão da Semama:

Deus não se deixa enganar. Tudo o que ser humano semear, isso também colherá! (Apóstolo Paulo aos Gálatas)

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Termina nesta quarta (19) as inscrições para o “Seminário de Enfrentamento ao Racismo Religioso e LGBTfobia nos Espaços de Matriz Africana” 

Comad realiza II Semana Municipal de Políticas sobre Drogas nos dias 24, 26 e 27 de junho

Araraquarense se voluntaria em Canoas, RS

Dia do Orgulho Autista: Grupo promove pesquisas e informação sobre Autismo

Câmara aprova regras para funcionamento de painéis luminosos de propaganda

CATEGORIAS