Em tese, um crime!

Milhão de reais para comprar prédio na Vila Xavier, sem uso. Outro milhão para concluir uma obra particular que, depois de pronta, foi alugada pelo município por R$ 20 mil por mês. Reforma do prédio da Câmara Municipal que "não vai dar para receber 21 vereadores". E por aí vai… s.m.j. pode ser considerado um desmando, um emaranhado de atos supostamente lesivos ao erário público, falta de cuidado com o dinheiro da população que paga regiamente seus impostos e taxas. O material veiculado pela imprensa diária, com a informação que teria sido oferecida pelo vereador Maranata, é um amplo e irretocável libelo acusatório que, de ofício, o Ministério Público deverá impulsionar em busca da verdade dos fatos e circunscrevendo eventual culpa de agentes políticos. Mas, para deixar cristalinamente assentado: por que os vereadores precisam de tantos assessores? Quem presta serviço é o Poder Executivo, assim resta um apelo: não queiram ser mais realistas do que o rei porque a conta salgada é paga pelo povo. De onde emana o poder exercido pelos nobres de plantão.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

20 de Julho – Dia Internacional da Amizade: ter amigos aumenta expectativa de vida

Novos livros estão disponíveis na Biblioteca Mário de Andrade

Feiras de artesãos e empreendedores movimentam o final de semana (20 e 21 de julho)

O setor de serviços na Reforma Tributária

Rota de Colisão

CATEGORIAS