ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Associação Paulista de Medicina Regional de Araraquara,

Sente-se no indeclinável dever de vir a público, repudiar a sórdida campanha que visa atingir a pessoa de seu presidente, o conceituado médico Jorge Hudari Neto, em razão de fato ocorrido em maio de 2002, portanto há mais de um ano.

É sintomático que o fato ganhe as manchetes dos jornais locais, no momento em que a APM, comandada por seu Presidente, enceta campanha pela melhoria dos serviços e instalações da Santa Casa de Araraquara, estabelecendo um confronto entre os médicos e a Mesa Diretora do Hospital.

A APM respeita e entende a dor dos familiares da senhora falecida. Mas tem o dever de esclarecer que a paciente, na oportunidade de seu internamento, recebeu toda a assistência dos médicos que a atenderam e sua morte decorreu de parada cárdio-respiratória, aneurisma rota de aorta abdominal e hipertensão sistêmica, como atestado quando do óbito, sem nenhuma relação de causa e efeito com problemas gástricos, especialidade do Dr. Jorge Hudari Neto.

Hipotecamos a mais irrestrita solidariedade ao Dr. Jorge Hudari Neto, vítima de ataques injustos e temos certeza que o processo judicial instaurado para apurar os fatos, proclamará a improcedência das acusações.

Araraquara, 20 de Junho de 2003.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comad realiza II Semana Municipal de Políticas sobre Drogas nos dias 24, 26 e 27 de junho

Araraquarense se voluntaria em Canoas, RS

Dia do Orgulho Autista: Grupo promove pesquisas e informação sobre Autismo

Câmara aprova regras para funcionamento de painéis luminosos de propaganda

Araraquara tem a menor taxa de homicídios do Brasil entre as cidades com mais de 200 mil habitantes

CATEGORIAS