AMCESP luta por impulsão do setor sucroalcooleiro

A Associação dos Municípios Canavieiros do Estado de São Paulo (AMCESP) promoveu o seminário “Álcool – de volta ao futuro”, no último dia 20, no Memorial da América Latina.

Foram discutidos aspectos tecnológicos, sociais, ambientais, mercadológicos e de políticas públicas relacionadas à produção e ao uso do álcool combustível no Brasil e no mundo.

Um dos objetivos do evento foi demonstrar que é possível reduzir a dependência externa do petróleo e dar vazão ao excelente álcool existente no País, especialmente em São Paulo, maior produtor de cana-de-açúcar nacional.

A prefeita de Américo Brasiliense e presidente da AMCESP Regional de Araraquara, Cleide Berti Ginato, afirma que não pode participar do evento, mas acredita que “uma das questões certamente foi a dificuldade na adoção da Frota Verde em virtude da falta de carros a álcool no mercado.

“Comprei duas ambulâncias movidas a combustível limpo, porém, assim como nós, sei que muitas prefeituras não estão conseguindo substituir a frota de veículos. Por isso, existe uma mobilização para pressionar as montadoras para a produção em série desses veículos, até mesmo com o motor Fleux-fuel, que aceita ambos os combustíveis”, frisa Cleide.

Hoje, São Paulo produz 62% dos 10,4 bilhões de litros/ano de álcool hidratado disponibilizados no País. Aproximadamente, 3 milhões de veículos utilizam o combustível, consumindo 4,9 bilhões de litros/ano.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Governar com economia e sem aumentar impostos

Cidade: berço de soluções

CATEGORIAS