“Viola na Praça” neste sábado (09) homenageia mulheres

0
90

Programação conta com diversas convidadas, além do convidado especial, o Grupo de Catira 7 Ouro, de Socorro-SP

O projeto “Viola na Praça” apresenta uma edição especial neste sábado (09) em homenagem às mulheres. Para tanto, a programação que conta com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, tem início às 19h na Praça das Bandeiras, com entrada gratuita.

Várias cantoras estão confirmadas: Zinha, Lavínia Linda, Fernanda Freitas, Joice Pirolla, Trouble (Fernanda Leite), Tatinha, Amélia e Vera formam o time feminino que comanda a programação. As apresentações serão marcadas pelo repertório de música sertaneja raiz, como é o objetivo do programa.

O radialista e ex violeiro Luiz Palombo, que comanda as atrações, destaca que a presença das mulheres entre o público sertanejo é grande, por isso, o esforço para que essa representatividade chegue aos palcos é necessária. “A presença de mulheres no segmento do sertanejo raiz sempre foi pequena, porém, de altíssimo nível. É um prazer imenso que o Viola na Praça seja palco de uma edição onde elas serão maioria. Ganhamos não só em quantidade, mas em qualidade”.

Também, o Grupo de Catira 7 Ouro, de Socorro-SP, é convidado especial deste encontro e se apresenta no fechamento da edição do Viola na Praça. Vale lembrar que a catira é uma dança da cultura sertaneja e do folclore brasileiro, em que o ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos e pelo som da viola. Suas influências são indígenas, africanas e europeias, tendo suas raízes em Goiás, norte de Minas e interior de São Paulo.

SERVIÇO:
“Viola na Praça” – Edição: “Mulheres”
Local: Praça das Bandeiras João Colturato “Zinho” (cruzamento da Rua Voluntários da Pátria com a Av. Bandeirantes – Centro)
Data: sábado (09 de março)
Horário: 19 horas
Grátis

(Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.