Varizes acometem mulheres e homens e podem gerar graves complicações de saúde

0
175
Foto: Divulgação - Cirurgião cardiovascular Luciano Mendonça

Homens costumam procurar ajuda média em estágios avançados da doença

Varizes são veias dilatadas e tortuosas ao longo das pernas. Apesar de geralmente causarem apenas preocupações estéticas, procrastinar a procura por um médico pode desencadear complicações. É o que acontece com muitos homens, segundo o cirurgião cardiovascular Luciano Mendonça. “Eles costumam procurar um médio quando as varizes já estão em estágios avançados, isso é algo que precisamos urgentemente coibir”.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, quando as válvulas das veias falham em impedir que o sangue circule, ele fica parado dentro das veias que se dilatam e sobrecarregam a circulação. “Embora a hereditariedade seja um aspecto muito importante na formação de varizes, sabemos que existem fatores que influenciam em uma predisposição maior de formá-las, como uma combinação de obesidade, sedentarismo, e permanecer muito tempo na mesma posição”, explica o cirurgião. “Já o controle de peso, atividade física regular, fortalecimento da panturrilha, alterar a posição em que a gente fica durante o dia são atitudes de vida que sabemos que acabam de alguma forma prevenindo as varizes”.

As mulheres são mais acometidas por este problema vascular em razão das alterações hormonais. “Mas, os homens também têm varizes” atenta Luciano “e procurar um médio só quando os vasos já estão muito dilatados é perigoso. A gama das complicações das veias varicosas é enorme, desde infecções, sangramentos que chamamos de varicorragia, trombose superficial, até a complicação mais temida, que é a trombose venosa profunda”.

O cirurgião incentiva que mulheres e homens procurem um médico logo no início dos primeiros sintomas: desconforto na perna, inchaço no tornozelo, aparecimento de algum vaso diferente do habitual e sensações de peso nas pernas são sinais de que um especialista deve ser consultado. (Texto e Cia Comunicação – www.textocomunicacao.com.br)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.