Um prefeito sem limites

Vamos, sem rodeios, indagar dos nobres vereadores: o que estão fazendo para fiscalizar o procedimento do Executivo diante das concorrências?

Aquele certame licitatório, onde 40 empresas retiraram edital, por que somente duas deram o preço final para limpeza da cidade? Com tantas brigas, por que os senhores optam pelo silêncio? Diante do suposto medo em “ofender” o prefeito, alguns projetos são aprovados, ao que parece, para servir de cortina. Esse último, de autoria de Helenita Turci e aprovado pela maioria absoluta que proíbe a presença de pessoas ao derredor das escolas, é de doer. Rasgaram a Constituição de 88, na maior cara dura. Senhores legisladores, e o direito de ir e vir?

Nas últimas horas, outra intervenção do Tribunal de Contas que mela a concorrência sobre a área azul? Nobres edís, esta não foi a primeira vez. E o que V.Exas. estão fazendo para questionar o procedimento inusitado?

Não devem pensar, obviamente, que estão ofendendo o Executivo e, talvez, correndo o risco de deixar de receber alguma atenção de Edinho Silva que, aliás, como vereador nunca teve dó do inquilino do sexto andar do Paço Municipal “Rubens Cruz”. Mas, com seu jeito denunciador e com apoio total da imprensa, ele cumpriu com a missão de representante do povo…

Para concluir, não dá para entender como os vereadores conseguem ficar sem tomar atitude quando o Executivo anuncia, no tal edital contestado, que deseja escolher uma empresa para gerenciar a área azul por 10 anos. Vereadores, são 10 anos. Vale dizer, o Executivo empurra a empresa escolhida pela garganta de mais dois mandatos e meio. Pode? Pelo silêncio dos senhores…pode até mais!

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Falecimento – Maria Clara Polezze Fernandes

Feira das Nações acontece neste domingo (23) na Praça do Daae

Ordem de Serviço para reforma da UBS do Santana será assinada neste sábado (22)

Agenda para curtir a cidade no final de semana (21 a 23 de junho)

Tem show nesta sexta no Sesc Araraquara

CATEGORIAS