TRIBUNA LIVRE

João Luiz Ultramari

EXECUTIVO MUNICIPAL

Prefeito Edinho

AFE e FERROVIÁRIA S/A. Acho bom Vossa Excelência olhar para trás e não esquecer que a imprensa sempre publicou seus entendimentos, pareceres e denúncias quando vereador. Agora, porque existem divergências entre associados e conselheiros em relação à venda do patrimônio da AFE e da Empresa Ferroviária S/A, Vossa Excelência quer jogar a culpa na imprensa. A imprensa publica os entendimentos, pareceres e denúncias de associados e conselheiros que divergem do seu ponto de vista. Ora, é o mesmo que Vossa Excelência fazia quando vereador. Acho que deve assumir a responsabilidade de seus atos em relação a venda do patrimônio da AFE e da Empresa Ferroviária S/A, dando certo ou não. Pois trata-se de um assunto que ficará na história de Araraquara. Se a Ferroviária está nessa situação é culpa de muitos que, dizendo-se administradores, levaram a associação à falência. Falência essa que foi referida pelo conselheiro e ex-prefeito Roberto Massafera.

Araraquara/Bueno de Andrada

Prefeito Edinho, alguns melhoramentos foram feitos na vicinal mas as placas de sinalização estão desaparecendo ou quando não, estão quebradas. Esperamos que Vossa Excelência determine uma revisão geral, principalmente em diversos pórticos de sinalização de onde as placas foram retiradas pela coordenadoria de trânsito.

Pedágio

Estivemos na vicinal Araraquara/Bueno, acompanhados por moradores. Impressionante o número de veículos que vimos desviar do pedágio. O Joel Aranha, em quase uma hora, anotou mais de 500. Imaginem se ficar o dia todo…

Coordenadoria de Trânsito

Em entrevista ao jornal “O Imparcial”, na semana passada, o coordenador de trânsito da atual administração que sequer morava em Araraquara culpou a administração anterior em relação ao atual problema do trânsito no Supermercado Extra. Mesmo desconhecendo os reais fatos da época e não tomando providências imediatas, o coordenador não aceita a culpa da atual situação. Senhor coordenador, como ex-Secretário dos Transportes tenho a informar-lhe que não consta o nosso aval no projeto da obra do Extra. Mesmo assim o coordenador desconhece que anteriormente naquele local existia, há muitos anos, um elefante branco abandonado no centro da cidade (Ex-Jumbo-Eletro) e Araraquara não podia perder o atual supermercado, construído em pouco tempo e que gera emprego a centenas de trabalhadores. Talvez por estar em Araraquara o grupo adquiriu mais dois supermercados na cidade que poderiam estar com as suas atividades paralisadas deixando muitos trabalhadores sem emprego. Outras empresas também não estariam em Araraquara (a exemplo do Mc’donald’s), em razão do local em que estão estabelecidas e que é problemático para o trânsito. Com relação ao extra, antes da inauguração já estava previsto o problema hoje vivenciado e, quando da inauguração, proibimos o estacionamento do lado esquerdo, em razão da fila das entradas e saídas de carros do supermercado, inclusive com faixa a respeito. Mas, o atencioso coordenador de Trânsito modificou o projeto anterior e permitiu o estacionamento (novamente) do lado esquerdo (Rua São Bento e Bonifácio), inclusive apagando as faixas de entradas do supermercado. Também notamos que na sua administração nada foi exigido em relação ao fechamento da entrada do supermercado pela Avenida Bonifácio e que não tem mais os funcionários para orientar a entrada e saída de veículos na Rua São Bento. Notadamente para dar segurança aos pedestres. Tenho certeza que a responsabilidade atual é, obviavemente, da Coordenadoria que deveria retomar o projeto anterior e exigir da empresa em tela a segurança de antes. Para reafirmar: o Supermercado Extra não está mais colocando funcionários para o controle da entrada e saída de veículos, um perigo constante. Em relação ao Mc’donald’s – projeto de obras que também não teve nosso aval – foram feitas modificações que até hoje não sofreram providências dessa coordenadoria de trânsito. Não mudou nada e nem aperfeiçoou e, pelo andar da carruagem, deverá jogar a culpa na administração anterior. Ilustre coordenador Nilson Carneiro, com tantos títulos e experiência que foram anunciados por V. Sa. resolva os problemas contextualizados pelo tráfego da cidade e não jogue a culpa em outras administrações. Hoje, existe uma Guarda Municipal que arrecada milhões em multas dos motoristas araraquarenses. Sem esquecer que recebeu quatro veículos novos da administração anterior, o setor informatizado e uma fábrica de placas. Aliás, essa fábrica propiciou a sinalização de toda a cidade.

A administração anterior, com poucos recursos (R$ 20.000,00 mensais, aproximadamente, provindos de multas), nunca criticou a antiga administração que, a bem da verdade, nada fez e nada deixou para o trânsito de nossa época. Logo no início da administração do prefeito Edinho, o coordenador também criticou a compra de semáforos inteligentes (pagos pela administração anterior que tinha como prefeito o De Santi) que estão em pleno funcionamento (os piscantes). Foi criticada a tecnologia da empresa Brascontrol quando foi a empresa escolhida para receber o título de melhor tecnologia do ano!

Senhor Coordenador, assuma a responsabilidade pelo trânsito em Araraquara e esqueça de alavancar desculpas na administração anterior. Afinal, nem parece, mas já se passaram 2 anos e meio…

Legislativo Municipal

Vereador Anderson Haddad. Pergunto à Vossa Excelência: os vereadores fizeram um acordo em relação ao uso de selos, mas, e em relação ao uso do telefone? Espero que Vossa Excelência tome as providências necessárias para apurar as responsabilidades? Quem gastou tem que reembolsar os cofres públicos, concorda? Cada vereador deve, também, justificar os interurbanos (um a um) e se foi objeto de assuntos discutidos nas sessões ou de interesse da cidade, concorda? As desculpas dadas por alguns deles… não merecem nem resposta. Aguardamos também providências de V. Exa. em relação aos assuntos abordados na edição anterior. Trata-se de uma série de supostas irregularidades que os merecerem vêm empurrando com a barriga.

Presidente Eduardo Lauand. Também estamos esperando providências de Vossa Excelência no sentido de apurar o uso dos telefones e, o que não for justificado, o devido reembolso aos cofres públicos. Por quem de direito, certo presidente?

Funcionários da Câmara, principalmente os de direção. Temos acompanhado o bom trabalho de muitos e realmente está havendo mudança para melhor, em relação a muitos setores. Um exemplo é a informatização e a disponibilização de informações à população. Como já informamos em edições anteriores, os funcionários estão no seu direito de reivindicar e tentar novas conquistas, mas, a responsabilidade dos atos administrativos é da Mesa Diretora. O que de mais recente deve ser apurado: as altas contas telefônicas. O presidente Lauand teve conhecimento e deve apurar e, se for o caso, exigir o reembolso aos cofres públicos sob pena de prevaricação. Doa a quem doer, esse caso não tem justificativa.

Assuntos Pendentes:

Tolerância de 10 minutos para a área azul, de autoria do vereador Anderson Haddad; Pedido ao Prefeito, dos vereadores Manço e Anuar, sobre a anistia de multas e a aplicação de pena de advertência; Regulamentação das bicicletas, de autoria do vereador Chediek e, a apuração de diversos problemas internos da CM já mencionados pela Tribuna Livre.

Prédio da Câmara

Os moradores defronte à Praça da AFE não estão de acordo com a construção naquela área e devem fazer um movimento a respeito. Aliás, como deveriam fazer em relação à Cadeia Pública Masculina que, desativada, voltará como Feminina.

Executivo Federal

Como já disse, esse filme já assistimos. O Governo cede aos servidores públicos que poderão continuar tendo as suas aposentadorias integrais, mesmo em relação aos novos concursados. E os aposentados do INSS, cada vez mais chegando ao salário mínimo. Senhor Presidente, veja as estatísticas em percentuais de quantos aposentados recebem apenas o salário mínimo de R$ 240,00. Novas cargas tributárias já foram impostas em vosso governo, principalmente em relação à previdência social (autônomos), será que vamos aguentar?

Legislativo Federal

Deputado Dimas Ramalho. Tenho acompanhado as audiências públicas sobre as comissões do Banestado e a Reforma do Judiciário, entre outras. E com a participação do nosso deputado Dimas Ramalho esperamos que medidas urgentes sejam tomadas. Principalmente por parte da fiscalização e do judiciário e, doa a quem doer. Com relação à reforma do Judiciário, acompanhamos a audiência pública que teve a participação do Presidente da OAB Federal e que levou diversos problemas, em nome da classe (mas ainda faltam muitos), inclusive ouvindo os reclamos dos advogados em geral, através de assembléias em suas Secções e Sub-Secções em todo país.

Efemérides

Julho

12 Engenheiro Florestal e S. João Gualberto

13 Compositores e Cantores Sertanejos, Mundial do Rock e Engenheiro de Saneamento

14 Nacional do Enfermo, Propagandista Farmacêutico e Mundial da Liberdade

15 Nacional dos Clubes e Internacional do Homem

16 Mundial da Alimentação, Comerciante e N. Sra. do Carmo

17 Protetor da Floresta

18 Veteranos de Guerra, Nacional do Trovador e Coroação de D. Pedro

19 Caridade, Nacional do Futebol e Junta Comercial

Diversos

Ferroviária

Engraçado, quando dos problemas com a intervenção na Santa Casa o ex-prefeito Roberto Massafera foi convidado pelo atual Prefeito a comparecer na reunião por ele marcada. Sobre o ex-Prefeito De Santi e o Clodoaldo Medina, não tivemos notícia se foram convidados ou não. Agora, o conselheiro da AFE Roberto Massafera defende a venda do patrimônio da Ferroviária, alegando que sequer tem escritura registrada e que ninguém tem interesse na compra. Sendo assim, sua falência será decretada caso não saia o negócio. Caro Roberto Massafera, se o problema é tão grave como Vossa Senhoria afirma por que jogar o problema para a Uniara?

Assembléia Geral da AFE. Em razão do encerramento dessa página antes da realização da aludida assembléia, espero que tenha transcorrido numa boa, para a solução de problemas da Ferroviária e de seus associados (sócios patrimoniais e proprietários de cadeiras cativas) e que não tenha havido nenhuma discussão judicial a respeito de quem teria direito a voto (sócio não patrimonial que estivesse em dia com as mensalidades, sócios patrimoniais ou donos de Cadeiras Cativas).

Venda de Clube. Lembro-me da venda do patrimônio de um clube em Araraquara para uma indústria e que o resultado da venda foi para outro clube. Eu era o único sócio patrimonial com o título quitado do clube, que teve o seu patrimônio vendido. Não fui convocado para a assembléia e quem não era sócio patrimonial decidiu pela venda. Para não complicar, aceitei ser sócio honorário e o assunto foi encerrado. Em outro caso de venda de patrimônio de clube, o mesmo foi vendido e todos os sócios patrimoniais receberam a sua parte sobre o resultado líquido. Agora, vamos ver o que acontecerá com o sócios patrimoniais e os proprietários de cadeiras cativas da AFE.

Guarda Municipal

Parabéns pelo trabalho desenvolvido na cidade. Ou os infratores obedecem o Código de Trânsito, ou o trânsito vira um caos. Essa semana, presenciei um guarda municipal autuando um caminhão que entrou na área central, em contrariedade às placas de sinalização que proíbem a circulação no horário comercial. Aliás, as grandes empresas estabelecidas na cidade e que têm a matriz em outra cidade, deveriam ter um depósito para evitar os transtornos de sempre.

Supermercados

Lamentável o tratamento aos clientes (falta de caixas, banheiros sem papel e fechaduras quebradas). Presenciei esta semana diversos clientes largando o carrinho cheio e indo embora, em razão de poucos caixas. Quem toma providências a respeito?

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O fim de anúncios de LED pela cidade?

DELEGACIA DA POLÍCIA FEDERAL EM ARARAQUARA

Teste o seu Português (751)

Análise Cinematográfica

Choro das Águas tem diversas atrações na Praça do Daae (dia 23)

CATEGORIAS