Trecho de risco em calçada na Via Expressa foi interditado, informa Secretaria 

0
240

Vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos) questionou Prefeitura sobre ações no local 

No início de janeiro, o vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos) apresentou um requerimento à Prefeitura, solicitando informações sobre a segurança das estruturas da calçada da Avenida Maria Antônia Camargo de Oliveira, a Via Expressa, na altura de uma concessionária de veículos. 

“A população foi surpreendida por fotos circulando na mídia local, expondo a situação alarmante em que a calçada da Avenida Maria Antônia Camargo de Oliveira, na altura da concessionária Ápia, se encontra, com as estruturas expostas e aparentemente oferecendo risco aos que transitam pelo local”, pontuou o parlamentar no documento. 

Assis questionou se alguma equipe havia sido enviada ao local para análise de risco e qual teria sido o resultado da avaliação, além de quais ações corretivas foram desenvolvidas para evitar um acidente. O vereador solicitou ainda o laudo de vistoria, assinado por engenheiro responsável, atestando as condições do local. 

Retorno 

Em resposta, o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Sérgio Pelícolla, informou que o local foi vistoriado e avaliado pelas Gerências de Obras Viárias e de Drenagens. “Foi constatada a necessidade de recomposição do talude e do calçamento, bem como a existência de tubulação industrial que passa pelo local.” 

O secretário garante que foram tomadas medidas preventivas, como a sinalização e interdição do trecho da calçada, e iniciadas as tratativas com a indústria de modo a não gerar prejuízos ao meio ambiente, à produção industrial e aos equipamentos. “Há de se considerar a proximidade com o período de estiagem, que torna mais seguras as operações no talude às margens do rio. Apesar de o calçamento ser sustentado por estacas, não é aconselhável o trânsito pela calçada, por isso o local foi sinalizado e interditado”, completou. 

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.